Participamos do

Governo de SP proíbe protestos na avenida Paulista neste domingo

Nesta quarta, 3, sete pessoas ficaram feridas na capital paulista após confrontos com a Polícia Militar em protestos contra a posse do presidente Michel Temer e o impeachment de Dilma Rousseff
19:14 | Set. 01, 2016
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo anunciou na tarde desta quinta-feira, 1°, que estão proibidas manifestações na avenida Paulista no domingo, 4. O governo alegou a “passagem da tocha paralímpica” como principal razão para a medida.

[SAIBAMAIS3]
Em nota, a SSP diz ainda que não havia recebido comunicados de atos nos próximos dias, embora atos tenham sido marcados para este domingo, em redes sociais. Um dos protestos, marcado para as 14 horas do domingo, foi organizado pela Frente Povo Sem Medo, que reúne movimentos de esquerda, e tem a confirmação de 11 mil pessoas no Facebook.

"Para que sejam preservados os direitos das pessoas que não participam das manifestações e garantida a ordem pública, será evitado o fechamento das vias importantes da cidade ", afirma o órgão no comunicado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Nesta quarta-feira, 31, sete pessoas ficaram feridas na capital paulista após confrontos com a Polícia Militar em protestos contra a posse do presidente Michel Temer e o impeachment de Dilma Rousseff. Uma das feridas é uma estudante, que perdeu a visão do olho esquerdo.


Veja a nota da SSP na íntegra:
"Diante da ocorrência de protestos violentos, com atos de vandalismo, ocorridos ontem, a Secretaria de Segurança Pública reuniu nesta quinta-feira, 1 de setembro,  os comandos das Polícias Civil e Militar e vem a público reafirmar que respeita o direito de manifestação e está empenhada em garantir a segurança dos manifestantes.

Ressalta ainda que, conforme determina a Constituição, é obrigatória a comunicação de hora, local e trajeto em que se realizarão os atos públicos. Para que sejam preservados os direitos das pessoas que não participam das manifestações e garantida a ordem pública, será evitado o fechamento das vias importantes da cidade. A SSP informa ainda que até o momento não recebeu qualquer comunicado oficial de movimentos organizados dando ciência da realização de manifestações públicas nos próximos dias.

Por fim, a secretaria alerta que, no domingo, não será permitida a realização de atos na Avenida Paulista, pois toda a extensão da avenida estará reservada para o evento de passagem da tocha paraolímpica, que integra a cerimônia oficial dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016".

Redação O POVO Online

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente