PUBLICIDADE
Notícias

Gabriel o Pensador doa R$ 10 mil para catador que devolveu dólares ao dono

O dinheiro doado foi fruto de uma "vaquinha" feita pelo cantor e amigos

12:00 | 23/09/2016
O rapper brasileiro Gabriel o Pensador
O rapper brasileiro Gabriel o Pensador

[FOTO1]Na noite da última quinta-feira, 22, o cantor Gabriel o Pensador visitou e doou R$ 10 mil ao catador de materiais recicláveis João Rodrigues Cerqueira, 20 anos, que devolveu US$ 1,4 mil achado no lixo, no Distrito Federal. O dinheiro foi fruto de uma "vaquinha" feita rapper e seus amigos.

“A gente vive em um mundo onde os valores estão tão distorcidos que as pessoas se surpreendem quando um cara faz o certo. Então, eu primeiro vim para dar os parabéns e destacar mais uma vez isso”, disse Gabriel a Cerqueira durante visita feita com uma equipe de reportagem do G1. O cantor doou o dinheiro da “vaquinha” e disse que era “um presente de coração”.

João ficou surpreso com a visita do artista e disse que com o dinheiro vai ajudar a sua mãe. “Ela foi a pessoa que me ajudou muito, que me incentivou para ser a pessoa que eu sou”, justifica o catador.

A história de João Cerqueira ficou conhecida no início da semana, após ele achar US$ 1,4 mil dólares jogados por engano no lixo.

O dinheiro pertencia ao fonoaudiólogo Bruno Temistocles, que comprou os dólares na sexta, 16, para usá-los em uma viagem à Europa. Bruno tinha guardado o dinheiro enrolado em um  papel. O cunhado do fonoaudiólogo, que tem 7 anos, pensou que o embrulho era lixo e o jogou fora. Após saber que o dinheiro foi jogado no lixo por engano, o fonoaudiólogo foi até a cooperativa de reciclagem e ficou de 18h30 até 22h, porém não conseguiu achar o embrulho com o dinheiro.

O catador João ficou sabendo na manhã seguinte e começou a procurar o embrulho. Na terça-feira, 20, João encontrou a quantia e ligou para Bruno. João trabalhava na cooperativa há 6 meses. 

Como forma de agradecimento pelo ato de João, o fonoaudiólogo ofereceu um emprego de ajudante de obras na construtora da sua família. Com o novo emprego, o catador vai ganhar R$ 1,5 mil por mês.  João mora em um barracão com a mulher e a filha de dez meses na Chácara Santa Luzia, em uma invasão entre a Estrutural e o Parque Nacional, no Distrito Federal.

Redação O POVO Online

TAGS