PUBLICIDADE
Notícias

Sem lutador do Brasil no ringue, torcida vibra para juiz brasileiro

Jones Kennedy Silva do Rosário foi ovacionado durante luta de boxe entre lutadores desconhecidos pela torcida

10:50 | 17/08/2016
NULL
NULL

Nestes Jogos Olímpicos do Rio, a torcida brasileira vem chamando atenção por torcer de forma inusitada em algumas competições. Na última segunda-feira, 15, durante luta de boxe sem atleta do Brasil no ringue, o público resolveu "torcer" pelo árbitro brasileiro Jones Kennedy Silva do Rosário.

Os espectadores presentes no Pavilhão 6 do Riocentro ficavam em silêncio enquanto os lutadores Zhanibek Alimkhanuly, do Casaquistão, e Kamran Shakhsuvarly, do Uzbequistão, trocavam golpes. Contudo, bastava o juiz brasileiro intervir na luta para a torcida ir à loucura, gritando o nome de Rosário.

[VIDEO1]

Esse não foi o primeiro momento que o público brasileiro chamou atenção pela autenticidade. No último 8 de agosto, durante partida de futebol entre Japão e Suécia, em Salvador, a torcida gritou "ôôô, vamo, Pokémon!", em apoio à seleção japonesa.

Já no dia 7 de agosto, o boxeador equatoriano Carlos Andres Mina caiu nas graças do público. Após subir no ringue, os espectadores das arquibancadas começaram a cantar "mina, seus cabelo é da hora..." - trecho da música "Pelados em Santos", dos Mamonas Assassinas.

Redação O POVO Online

TAGS