PUBLICIDADE
Notícias

Criança come bombom envenenado que havia sido enviado para a mãe

O pai da garotinha viu que os bombons estavam com uma cor diferente e com um furo

12:09 | 05/08/2016
NULL
NULL

Na noite da última quarta-feira, 3, uma menina de 2 anos foi internada no hospital Materno Infantil de Marília (SP) após comer um bombom envenenado, que havia sido enviado para a sua mãe junto com uma flor e um bilhete, como se tivesse sido mandado pelo marido. O pai da criança também recebeu um presente igual, como se tivesse sido enviado pela sua esposa. Porém, ele desconfiou do nome da sua mulher, que estava escrito errado no bilhete.

O casal, que pediu para não ser identificado, disse à polícia, que a criança passou por uma lavagem estomacal, já teve alta e está em observação. A mãe disse que um mototaxista deixou o doce em sua casa e, logo em seguida, a sua filha comeu o bombom e foi dormir.

O pai conta que recebeu o presente no trabalho. Quando voltou para casa, percebeu que a letra não era a da esposa. O pai da garotinha viu que os bombons estavam com uma cor diferente e com um furo. O casal levou a filha imediatamente para o hospital.

Segundo o site G1, a Polícia disse que o casal recebeu o presente simultaneamente e abriu inquérito para apurar a tentativa de homicídio. O delegado Amarildo Aparecido Leal disse à imprensa que a rapidez em prestar os primeiros socorros à criança foi essencial para evitar algo pior.

 

Os bombons foram levados para perícia. Os pais dizem que não imaginam quem possa ter feito isso. De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), a Polícia já tem um suspeito do crime e já identificou o mototaxista que entregou as encomendas. O suspeito vai responder por tentativa de homicídio qualificado.

 

 

Redação O POVO Online

TAGS