PUBLICIDADE
Notícias

Prova da OAB é suspensa na Bahia por causa de ameaça de bomba

O exame acontecia na Unijorge, em Salvador, quando um homem ameaçou explodir o local

17:24 | 24/07/2016

Atualizada às 20 horas

Os candidatos que prestavam o exame de ordem da OAB na Unijorge, na Bahia, passaram por momentos tensos na tarde deste domingo, 24. A assessoria da instituição afirmou que, por volta das 12h40min, um homem ameaçou explodir o local. Ele entrou em uma das salas 10 minutos antes da prova começar e pediu que os canditatos saíssem em 11 minutos, pois explodiria a bomba.

O prédio foi evacuado e a situação gerou pânico e confusão enquanto as pessoas saíam, assustadas. A polícia informou que ninguém se feriu e que o Batalhão de Operações Policiais (BOPE) negocia a rendição do homem. Cerca de 3,4 mil pessoas estavam fazendo a prova no local. Após a ameça, o homem se isolou na sala em que faria o exame.

A OAB-BA divulgou nota afirmando que a prova foi suspensa apenas em Salvador, “sem prejuízo aos demais locais de realização das provas”. A Unijorge também se pronunciou sobre o acontecimento, afirmando que “até o momento não há reféns, vítimas ou feridos. A Polícia Militar está no comando da situação, que está restrita à sala 711, no 7º andar, e atualizará as informações tão logo seja possível”.

Negociação

Após cerca de quatro horas de negociação, o homem que ameaçou explodir uma bomba durante a prova da OAB entregou-se à Polícia.

Frank Oliveira da Costa entrou às 12h30 em uma das salas do a Unijorge, onde três mil pessoas fariam o exame. O Batalhão de Operações Policiais Especiais informou que não foram encontrados artefatos explosivos ou armas de fogo com ele. 

 

Redação O POVO Online

TAGS