PUBLICIDADE
Notícias

Aneel determina que usinas priorizem cidades olímpicas

Plano aprovado pela agência descreve ações excepcionais para período da competição. Empresas devem ficar de prontidão para solucionar emergências

16:47 | 13/07/2016
NULL
NULL
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o documento que vai garantir o restabelecimento de energia elétrica no Rio de Janeiro (RJ) e nas cidades onde ocorrerão partidas de futebol durante os Jogos Olímpicos: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Em casos de queda de energia de grandes proporções em algum desses locais, a Aneel determinou que o restabelecimento da energia elétrica deve ser priorizado nessas cidades e nas proximidades dos estádios. O Plano Diferenciado de Operação das Instalações e dos Centros de Operação do Sistema Interligado Nacional (SIN) foi aprovado pela agência nesta terça (12).

O Plano
A proposta foi elaborada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em articulação com os agentes de geração, transmissão e distribuição. O plano aprovado indica ações e medidas a serem adotadas pelo ONS e agentes do setor elétrico para ampliar a segurança elétrica nas cidades dos eventos olímpicos e, em especial, nos corredores que atenderão os estádios de futebol. A ideia é prevenir problemas e garantir a prestação dos serviços públicos enquanto durarem os Jogos, entre 5 e 21 de agosto.

Medidas

Dentre as ações previstas estão a realização dos testes de autorestabelecimento das usinas selecionadas pelo ONS, testes de desempenho nos sistemas de Controle Automático de Geração (CAG), realização de estudos dirigidos e simulações de recomposição, bem como a instalação de supervisão das subestações de distribuição responsáveis pelo atendimento aos estádios e demais locais de jogos para os centros de controle do ONS.

Além disso, a manutenção de subestações e linhas de transmissão e distribuição deve ser antecipada, assim como deve haver a poda da vegetação próxima das linhas de transmissão. Outra exigência é de que as concessionárias repassem à Aneel a relação de equipamentos, maquinários e ferramentas que estarão disponíveis para atendimento de emergência das subestações e linhas de transmissão envolvidas, durante o período do evento, assim como informar o quantitativo de equipes destinadas ao atendimento de emergência às instalações.

Foi determinado ainda que as empresas de geração, transmissão e distribuição preparem esquemas de prontidão e sobreaviso para atendimento de ocorrências de grande porte. Para tanto, a Aneel vai fiscalizar o cumprimento das ações estabelecidas pela agência pelas empresas envolvidas no atendimento às cidades-sede dos Jogos Olímpicos.
Agência Portal Brasil
TAGS