PUBLICIDADE
Notícias

Participante da campanha lançada pela Heineken revela detalhes da ação

Gabriela Dias afirmou que ficou chateada ao ver repercussão negativa da campanha, mas acredita que achou a iniciativa da Heineken muito importante em mostrar mulheres que gostam de futebol

19:30 | 11/06/2016
NULL
NULL
A campanha publicitária da empresa Heineken lançada no Brasil nesta segunda-feira, 6, virou assunto de destaque nas redes sociais nesta última semana. Ela mostra como três homens se livram das mulheres para assistir a final da Champions League 2016, mas elas acabam se vingando e vão curtir o jogo direto de Milão na Itália.

Muitas pessoas duvidaram se os participantes envolvidos realmente não sabiam o que aconteceria. A reportagem do portal 'Meio & Mensagem' procurou representantes da Heineken e da agência responsável pela criação do case, a Publicis Brasil, para questionar sobre a polêmica.

As empresas afirmaram que nada foi combinado, que as pessoas selecionadas não eram atores e teriam sido escolhidos por casting.

A Heineken informou que é natural o processo de seleção por meio de casting, pois é uma forma de garantir que serão encontradas pessoas dentro do perfil desejado.

O portal 'Meio & Mensagem' conversou com Gabriela Dias, uma das participantes da ação. A jovem de 27 anos, dona de e-commerce de papelaria, deu detalhes da ação que participou com seu namorado, Felipe Manfredini.
[VIDEO1]
A empresária contou que soube da seleção por meio do Facebook de uma produtora que compartilhou uma publicação, buscando um casal que gostasse de futebol e cerveja. Interessados, Gabriela e Felipe enviaram um vídeo contando a história do romance deles.

Eles foram convocados para uma entrevista, mas sem muitos detalhes. Depois foram convidados pela produtora para um jantar. A empresária conta que "lá me contaram que ele iria me dar um presente, mas não imaginava o que seria". Felipe só soube quando abriu o cardápio.

Gabriela contou que só soube no outro dia para aonde realmente iria, ficando "muito feliz e muito ansiosa". Ela garante que contou apenas para a mãe, irmã e duas amigas. Do jantar até a viagem foram apenas 5 dias.

A sortuda disse ainda que o jogo foi além do esperado, pois contou com prorrogação e pênaltis. Os três casais também foram premiados com a final da Champions League 2017.

Ao ver a repercussão negativa da campanha, Gabriela disse ter ficado "bem chateada", mas acredita que achou a iniciativa da Heineken muito importante e se sentiu feliz por representar mulheres que gostam tanto de futebol quanto homem.
Redação O POVO Online
TAGS