PUBLICIDADE
Notícias

Internautas acusam Padre Fábio de Melo de culpar as vítimas de violência doméstica

Alguns internautas questionaram o pensamento do padre sobre o assunto e o chamaram de machista. Fábio de melo, por sua vez, respondeu que nunca quis responsabilizar as mulheres e sim estimular as denúncias contra os agressores

15:18 | 27/06/2016
NULL
NULL

Padre Fábio de Melo se envolveu em uma polêmica por afirmar que vítimas de violência doméstica permitem ser agredidas. O religioso havia declarado o seu ponto de vista em uma pregação “Amar-se para amar” na Canção Nova em julho de 2007. O vídeo em aborda o assunto circulou pelo twitter e algumas pessoas questionaram o seu posicionamento. Em resposta aos comentários, o padre enfatizou que o silêncio das vítimas fortalece o agressor.

[SAIBAMAIS1] 

Durante a pregação, Fábio de Melo afirmou que a mulher tem o poder de determinar se vão continuar sendo vítimas de violência doméstica, após a primeira agressão. “É o jeito como ela olha para ele. Não é nenhuma palavra, nenhum grito que vai dizer ‘não me bata’, mas é o seu jeito de ser mulher. O agressor só se torna agressor porque a vítima o autoriza”, comentou.

[FOTO2] 

O padre também enfatiza que o caráter de uma pessoa diz ao outro como ele deve tratá-lo e quais são os limites. “Não saímos por aí com as plaquinhas: ‘não abuse de mim’, ‘me respeite’. Porque essa placa não está escrita em palavras, ela está escrita nos seus olhos”, explicou.

Entretanto, alguns internautas não concordaram com o seu ponto de vista. “Não existe agressão que se torna agressor porque a vítima autoriza”, afirmou um rapaz. Outro perguntou ao padre se ele ainda mantinha a mesma opinião. Fábio de Melo respondeu: “Continuo acreditando que o silencia da vítima contribui com a manutenção da violência”.

 

[VIDEO1] 

 

[FOTO3] 

[FOTO4] 

 

 

Redação O POVO Online

TAGS