PUBLICIDADE
Notícias

Ju Isen é expulsa do sambódromo após ficar nua em protesto contra Dilma

As imagens exibidas pela rede Globo mostram Ju Isen tirando sua fantasia e deixando os seios à mostra durante o desfile

11:52 | 07/02/2016
NULL
NULL
A modelo Ju Isen, rainha de bateria da Unidos do Peruche no Carnaval de 2016 de São Paulo, foi expulsa do sambódromo, após ficar nua em protesto contra a presidente Dilma Rousseff. A rainha de bateria ficou revoltada por ter sido vetada a usar o seu tapa-sexo com a imagem da presidente. O presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sergio Ferreira, retirou a modelo imediatamente da avenida.
 
As imagens exibidas pela rede Globo mostram Ju Isen tirando sua fantasia e deixando os seios à mostra durante o desfile. Segundo o presidente da agremiação, Sidney de Moraes, atitudes como essas denigrem a imagem do Carnaval. “Ela não poderia ter desfilado nua. Foi convidada, mas assinou contrato com determinados termos a serem seguidos”, acrescenta.
 
Após o ocorrido, Isen afirmou ter sido agredida pelos integrantes da escola, em entrevista ao UOL. “Me jogaram no chão. Estou toda sangrando no pé. A mulher me deu um pescoção, um empurrão, me pisotearam, me chutaram, entendeu?”, desabafa.
 
Redação O POVO Online 
TAGS