PUBLICIDADE
Notícias

Comitê recomenda que preocupados com o zika não devem ir às Olimpíadas

A USOC teria dito às federações esportivas dos Estados Unidos para que liberassem atletas, funcionários e dirigentes que temem o vírus de vir aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro

13:13 | 08/02/2016
O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC, na sigla inglesa) disse às federações esportivas do país que atletas, dirigentes e funcionários preocupados com o vírus zika não devem vir aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto deste ano. A informação é da agência de notícias Reuters, que a divulgou nesta segunda-feira, 8.

Conforme a agência, a orientação foi dita durante uma videoconferência envolvendo presidentes de federações esportivas, realizada em janeiro. As federações foram avisadas que ninguém precisaria ir ao Brasil "caso não se sentissem confortáveis", disse o presidente da federação estadunidense de esgrima Donald Anthony.
Leia mais: Obama pedirá ao Congresso US$ 1,8 bi para combater o vírus zika
O porta-voz da USOC, Mark Jones, afirmou à Reuters estar informando às federações as recomendações do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla inglesa). O CDC orienta que mulheres graves não devem visitar países que passam pelo surto de zika por indícios de que o vírus cause microcefalia nos fetos.

Oficialmente, o USOC ainda não se pronunciou sobre possíveis desistência às Olimpíadas.

Redação O POVO Online
TAGS