PUBLICIDADE
Notícias

Jornalista morre após passar por cirurgias estéticas

Segundo amigos da jornalista, ela reagia bem aos procedimentos cirúrgicos, mas sofreu uma queda durante a recuperação

10:09 | 02/12/2014
NULL
NULL

A jornalista, professora e empresária Dione Matos Amaral, de 32 anos, morreu na noite do último sábado, 29, após uma parada cardíaca.  A morte aconteceu três dias depois dela se submeter a dois procedimentos estéticos na última quarta-feira, 26. Entre eles, foi realizada uma lipoaspiração.

 Segundo amigos, Dione reagia bem aos procedimentos cirúrgicos, mas reclamou de falta de ar. Ela teria sofrido uma queda no último sábado, enquanto se recuperava em casa. Levada ao hospital, a jornalista foi atendida e medicada. Ainda segundo a amiga, por volta de 23h03min, Dione sofreu uma parada cardíaca e morreu.

[SAIBAMAIS1] "A gente ainda não sabe de fato o que causou essa parada. Nós temos algumas suspeitas do que causou a morte dela, mas vamos esperar sair o laudo médico para não levantar acusações", afirmou a amiga.

 Dione Amaral era casada e mãe de três filhos. Formada em jornalismo e funcionária pública no Instituto Federal do Amapá (Ifap). Também era proprietária de uma empresa de comunicação especializada em assessoria de imprensa.

 

Redação O POVO Online

TAGS