PUBLICIDADE
Notícias

Florianópolis é a capital mais promissora para quem deseja empreender

A avaliação foi realizada com 14 capitais brasileiras; Fortaleza aparece na 13º posição do relatório

14:02 | 24/11/2014

Florianópolis, em Santa Catarina, é a cidade mais favorável para quem deseja empreender, de acordo com um estudo divulgado nesta segunda-feira, 24. O Índice de Cidades Empreendedoras (ICE), o qual criou um programa das cidades com melhores condições para empreender, teve a elaboração da filial brasileira Endeavor, ONG com sede nos Estados Unidos.

O levantamento da Endeavor, em sua primeira edição, analisou 14 capitais brasileiras com regiões metropolitanas com mais de 1% das empresas de alto crescimento no Brasil, ou seja, aquelas que crescem pelo menos 20% em três anos consecutivos. De acordo a com verificação, atualmente, 35 mil empresas estão dentro dessa categoria representando 1% do total do país.

[SAIBAMAIS2] 

No entanto, Florianópolis foi a que se destacou como referência nacional de ambientes de negócios. Em seguida, outras 13 capitais aparecem como favorável a esse tipo de investimento: São Paulo (SP), Vitória (ES), Curitiba (PR), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), Manaus (AM), Belém (PA), Recife (PE) e Fortaleza (CE) e Salvador (BA). A última posição indica que a capital tem pouca condição, atual e futuramente, para quem deseja empreendedores.

A avaliação com as capitais foi baseada em sete pilares como ambiente regulatório, infraestrutura, mercado, acesso a capital, inovação, capital humano e cultura, que receberam notas de zero a dez. Quanto mais próxima de dez, mais favorável o ambiente para quem deseja empreender.

De acordo com o estudo, o destaque de Florianópolis tem explicação pelo seu planejamento como cidade, começando em meados da década de 1950 e ganhando força a partir da década de 1980.

Outro fator que contribui para o sucesso da capital catarinense é o nível educacional da população. Além de uma educação de qualidade, os cursos, com quase 60% dos universitários possuem notas máximas (4 e 5) no Enade. Esses números são três vezes acima das médias das outras 13 capitais, de acordo com o relatório.

Norte e Nordeste

Mesmo com as condições menos favoráveis ao empreendedorismo, as capitais do Norte e do Nordeste têm "a maior cultura empreendedora" do país, de acordo com a pesquisa.

Para a Endeavor, essas cidades não só têm grandes proporções de perfis empreendedores, como a percepção da população frente ao empreendedorismo é "mais positiva do que a média".

De acordo com o estudo, "A população dessas regiões, principalmente em Belém, é a que mais credita o desenvolvimento do país aos empreendedores, próximo a 70%. Os meios de comunicação parecem ter um papel importante nesse cenário, em que cerca de 60% da população relata ver matérias e entrevistas na mídia em geral".

 

 

Redação O POVO Online

TAGS