Participamos do

São Paulo tem dia de temperaturas recordes

De acordo com especialista, o calor deve continuar até o próximo domingo, 19. Temperatura é a maior registrada desde 2000
19:00 | Out. 17, 2014
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A cidade de São Paulo registrou ensta sexta-feira, 17, temperatura recorde. Por volta das 14h os termômetros da Estação Meteorológica Jaçanã/Tremembé, na zona norte, marcaram 39,3 graus Celsius (ºC).

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), é a maior temperatura desde o começo das medições, em 2000. O recorde anterior ocorreu em 2006, quando foram registrados 39,2 ºC.

Na Estação do Mirante de Santana, também na zona norte, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)  aferiu a maior temperatura dos últimos 71 anos, quando começaram as medições (37,8 °C). O recorde anterior foi em janeiro de 1999, quando os termômetros da estação marcaram 37 ºC.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O calor continua

O ar seco dos últimos dias tem aumentado sensação de desconforto. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil chegou a decretar estado de atenção das 12h55 às 15h15, quando a umidade ficou abaixo dos 30%.

Segundo a meteorologista do Inmet, Helena Turon, o calor deve continuar até o próximo domingo, 19. “Domingo vai ficar mais quente ainda”, disse a especialista. No entanto, durante a noite, a chegada de uma frente fria deve aliviar a temperatura e aumentar a umidade do ar.

“Com a aproximação da frente fria, no domingo, chove. Na segunda-feira também estamos esperando chuva. Não será uma chuva como a gente tem quando vem aquele canal de umidade da Amazônia. Mas será uma chuva mais forte do que as que nós estávamos tendo”, explicou.

O calor e a baixa umidade tem sido causados, de acordo com Helena, por um sistema de alta pressão, que impede a formação de chuvas. “Às vezes acontece de atuar uma alta pressão e ela forma um bloqueio para as frentes frias entrarem e para essa umidade que vem da Amazônia também entrar”, explicou sobre o fenômeno.

O sábado, 18, deve repetir as condições de hoje. De acordo com o CGE, a umidade deve ficar abaixo dos 30% e a temperatura pode superar os 35 ºC.

Agência Brasil

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente