PUBLICIDADE
Notícias

Guilherme Karan está internado e tem dificuldades para falar e comer

De acordo com o pai do ator a doença tem progredido e atrapalha a fala e o processo de ingestão dos alimentos

17:13 | 27/08/2014
NULL
NULL

O ator Guilherme Karan, 56, está internado há seis meses em um hospital do Rio de Janeiro para tratar da síndrome de Machado-Joseph (doença genética degenerativa do sistema nervoso).

Na última segunda-feira, 25, o pai do ator, Alfredo Karan falou ao EGO que o filho está com dificuldades para engolir os alimentos, além de não querer receber visitas, pois segundo o pai, ele não quer que amigos o vejam nesse estado.

“Glória Perez é muita amiga dele e vinha visitá-lo quando ele estava em casa”, disse o pai do ator.

De acordo com Alfredo, a doença tem progredido e atrapalha a fala, compromete o equilíbrio e não permite mais que o ator coma pela boca, já que não é possível engolir os alimentos sem correr o risco de engasgar.

“Os médicos fizeram uma gastrotomia, cirurgia que permite que a alimentação seja levada direto ao estômago”, diz o pai de Karan.

Doença Genética

Alfredo Karan revelou que, antes da internação desses últimos seis meses, ele havia cuidado do filho durante cinco anos em casa.  Ele fala ainda que os quatros filhos herdaram a doença da mãe. "Dos que estão vivos, ele e a irmã estão enfermos”, diz o pai.

“Na última novela que ele fez ('América', em 2005), já não estava bem, trabalhava se segurando nos móveis. As pesquisas médicas continuam, mas ainda não descobriram o antídoto para neutralizar os sintomas. A prioridade em achar a cura dessa doença não é tão grande quanto para o Alzheimer ou o Mal de Parkinson, que são mais divulgadas", conta Alfredo.

A presença de Alfredo é constante. Em dias alternados ele visita o filho, que não deixa de lado a televisão.  Segundo o pai, Guilherme revê alguns programas já protagonizados por ele. "Ele assiste sempre aos programas que fez e fica com os olhos cheios de água. Ele era alto, robusto, cheio de vida, agora ficou assim", lamenta o pai.

"Tenho uma saúde muito boa e Deus me deu forças para enfrentar essa situação", conclui o Alfredo.

Sintomas da síndrome Machado-Joseph

A síndrome de Machado-Joseph é uma doença crônica hereditária dominante, que ocorre pelo menos com três gerações de uma mesma família afetadas. A chance de transmissão de pai para filho é de 50%.

A doença se manifesta na idade adulta, entre 35 e 50 anos e a incidência é de 0,3 a 2 pessoas parta cada 100 mil habitantes.

O principal sintoma é a alteração de equilíbrio e coordenação motora. O portador da doença tem dificuldades para caminhar e segurar objetos.

No início a situação é mais leve, mas com um tempo, por causa do caráter degenerativo, o quadro se agrava.

Alterações na fala, dificuldades para engolir e visão dupla sãos os sintomas apresentados. A síndrome assemelha-se aos do Mal de Parkinson.

O diagnóstico da doença é feito por meio de um exame. Por ele é possível mostrar a expansão anormal de nucleotídeo. Também com uma ressonância é possível ver a atrofia cerebral. Logo, após essas descobertas, um exame de sangue é realizado para comprovar a doença.

Redação O POVO Online

TAGS