PUBLICIDADE
Notícias

ANA oferta cursos gratuitos com mais de 5 mil vagas

Os cinco cursos a distância abordam temas sobre a água e as vagas serão preenchidas por ordem de inscrição

17:14 | 06/08/2014

A Agência Nacional de Águas (ANA) está com 5.200 inscrições abertas para diferentes cursos, abordando desde Sala de Situação e centro de monitoramento de cheias e secas, até atuação dos comitês de bacias hidrográficas.

Cada curso possui carga horária, porém o tempo pode ser menor que o previsto, de acordo com o desempenho de cada aluno. Aqueles que alcançarem 60% de aproveitamento nas avaliações devem receber um certificado digital. Já as atividades estão organizadas em módulos sequenciais, com material disponível em formato PDF.
Para realizar inscrição, clique aqui.

Saiba mais sobre os cursos:

Comitê de Bacia: o que É e o que Faz?

Voltado para membros de comitês, agentes gestores e demais interessados, o curso aborda atribuições e responsabilidades destes colegiados, buscando também incentivar a participação da sociedade na gestão de recursos hídricos.  

Medindo as águas do Brasil: noções de Plu e Fluviometria

Novo entre os demais, o curso fixa conceitos sobre medições das águas da chuva (pluviometria) e dos rios (fluviometria), uso e importância das informações coletadas; a automação na coleta de dados; e a Rede Hidrometeorológica Nacional.

Curso Sala de Situação: Fique por Dentro

Capacitação instrui sobre os objetivos, o funcionamento e a importância da Sala de Situação da ANA, responsável pelo monitoramento de eventos críticos como cheias e secas. 

Caminho das Águas

A partir de conceitos e práticas sustentáveis, o curso visa impulsionar a educação e a conscientização da sociedade quanto aos recursos hídricos.

Reflexões para Transformações Democráticas na Gestão das Águas

10 horas de duração

 

A ANA promove capacitações para as entidades que compõem o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh) e para a sociedade brasileira, em geral. A oferta destes cursos tem como objetivo estimular a conservação e o uso sustentável da água, bem como a participação cidadã na implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos.  

 

Redação O POVO Online

TAGS