PUBLICIDADE
Notícias

Tite é técnico favorito dos brasileiros; estrangeiros são rejeitados para a função

O técnico do penta, Luiz Felipe Scolari, acabou com uma avaliação pior que a do antecessor Dunga, que também fracassou em uma Copa

21:30 | 16/07/2014
NULL
NULL

A maioria dos brasileiros rejeita a posse de um técnico estrangeiro para o comando da nossa seleção, conforme aponta a pesquisa do Datafolha, realizada nos dias 15 e 16 de julho. Entre os nacionais, Tite é o preferido para a função. Felipão terminou pior avaliado que Dunga, comandante do Brasil no fracasso da Copa do Mundo 2010, na África do Sul.

Ao todo, foram 5.377 entrevistas, em 233 municípios brasileiros, com margem de erro máxima de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A preferência por um técnico brasileiro foi de 68% dos entrevistados. Outros 23% preferem um estrangeiro e 9% não souberam responder.

Tite, campeão mundial com o Corinthians em 2012 e desempregado por opção, foi mencionado por 24% dos entrevistados. Uma lista com nomes de oito treinadores para sucessão do cargo de Felipão foram apresentadas. Em segundo lugar, apareceu Zico, que deixou de ser técnico no Al-Gharafa, do Qatar, em janeiro.

Em terceiro lugar na lista ficou Muricy ramalho (no São Paulo), com 14%. Carlos Alberto Parreira e Vanderlei Luxemburgo (desempregado) apresentaram, cada um, 6% das indicações. Mano Menezes, hoje no Corinthians e treinador demitido por Marin que deu lugar a Felipão, em dezembro de 2012, teve 5% dos votos.

O Cuca (no Shandong Luneng, da China) e Marcelo Oliveira (campeão brasileiro com o Cruzeiro em 2013), tveram 2% cada. Não souberam responder à lista de técnicos 18 % dos entrevistados, além de 5% que não optaram por nenhum desses.

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, dará entrevista coletiva nesta quinta, mas não há indícios de indicação do novo treinador do Brasil.

Saída de Felipão

A saída de Felipão foi oficializada na última segunda-feira, 14. Após o vexame do Brasil na Copa do Mundo 2014, derrotado pela Alemanha por sete a um, a imagem do técnico do penta ficou bastante desgastada. José Maria Marin aceitou o pedido de demissão de Luiz Felipe Scolari e sua comissão que tinha, entre outros membros, Carlos Alberto Parreira.  

 

Redação O POVO Online

TAGS