PUBLICIDADE
Notícias

Diretor da Match é levado para presídio de Bangu

Após se entregar à polícia, o inglês Raymond Whelan foi transferido para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro

20:20 | 14/07/2014
NULL
NULL
Acusado de ser o líder de um esquema de venda ilegal de ingressos para uma quadrilha de cambistas internacionais, o inglês Raymond Whelan foi transferido para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. O diretor executivo da Match, que se entregou nesta segunda-feira, 14, após permanecer foragido por quatro dias, cumprirá prisão preventiva.

Whelan se apresentou no início da tarde desta segunda, 14, no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, acompanhado de seu advogado, Fernando Fernandes. A prisão preventiva do executivo foi decretada na última quarta-feira, 9, por sua suposta ligação com a máfia dos cambistas. Desde então ele era considerado foragido.

O advogado de Whelan era esperado para prestar depoimento às 14h desta segunda, 14, mas ele não compareceu. Fernando é investigado por sua suposta ajuda na fuga de Whelan, do Copacabana Palace, na última terça-feira, 8.

A defesa do executivo tentará ainda nesta segunda, 14, um novo habeas corpus junto ao superior Tribunal de Justiça (STJ).

Redação O POVO Online

TAGS