PUBLICIDADE
Notícias

PM detém 29 pessoas na Unesp com máscaras, vinagre e canivetes

18:05 | 12/06/2014
A Polícia Militar (PM) de São Paulo informou que 29 pessoas foram detidas no campus da Universidade Estadual Paulista (Unesp), na Barra Funda, zona central da capital paulista. De acordo com a polícia, eles não estavam praticando nenhum ato ilegal, como depredação, mas a prisão foi justificada porque eles carregavam máscaras, vinagres e canivetes. Todos foram levados para o 23º Distrito Policial (DP) para averiguação. De acordo com a PM, duas pessoas também foram detidas nos protestos desta quinta-feira, 12, em São Paulo.

Na zona leste da capital, nas proximidades da Arena Corinthians, Itaquerão, um grupo de aproximadamente 30 pessoas, segundo estimativa da PM, continua disperso após a última ação com bombas de efeito moral e cassetete dos policiais, por volta das 16h. Também de acordo com o cálculo da polícia, cerca de 600 pessoas que protestavam contra a Copa do Mundo, próximo à Avenida Radial Leste, que liga o centro ao estádio, já se dispersou.
[SAIBAMAIS9]A Estação Tatuapé do metrô continua fechada, no entanto, em razão dos protestos que ocorreram no local. A assessoria de imprensa do Metrô informa, por sua vez, que as estações Tatuapé, Carrão e Belém estão abertas no momento, mas estão sendo operadas com “controle de fluxo por questões de segurança”. Segundo a companhia, todas as linhas operam normalmente.

O ato Sem Direitos Não Vai Ter Copa, marcado pelas redes sociais, teve início por volta das 10h, com concentração na Estação Carrão. Durante a manhã, a PM usuou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes que tentavam bloquear pistas próximas ao Estádio Itaquerão.

A Agência Brasil procurou a assessoria de imprensa da Unesp para que ela comentasse o caso, mas os telefones disponíveis não atendem.

Agênci Brasil

TAGS