PUBLICIDADE
Notícias

Criador de ''Dilma Bolada'' teria negociado passe com PSDB

Jeferson Monteiro, criador da página, teria negociado com publicitário ligado ao PSDB. Jeferson nega que tivesse intenção de mudar de lado e que "queria ver até onde ia cara de pau dos tucanos"

18:45 | 20/05/2014
NULL
NULL
Jeferson Monteiro, dono do perfil Dilma Bolada, do Twitter, teria negociado trabalhar para pessoas ligadas à campanha dos tucanos. O publicitário Pedro Guadalupe, que colabora com o PSDB, era quem estaria negociando com Jeferson.

Na segunda-feira, 19, Guadalupe divulgou e-mails trocados com Jeferson. Nos diálogos, Jeferson é questionado sobre o risco de se tornar inimigo dos petistas e responde que "não tem como haver problema. De fato, há tempos já tenho todos os cenários possíveis estruturados para qualquer decisão que fosse tomada". "Quanto a forma de como será feita, prefiro mesmo expor detalhadamente como tudo ocorrerá somente após estiver tudo certo".

Versão de Jeferson Monteiro
Na noite desta segunda, Jeferson usou o Facebook para dar sua versão da história. Em um texto que tem como título a frase “Dilma Bolada: não está a venda!”, Jeferson garante que não pretendia mudar de lado e que apenas “queria ver até onde ia cara de pau dos tucanos”.

“Ele perguntou se eu toparia fazer parte dos "talentos" dele para que fosse feita a negociação com a turma do PSDB. Para a supresa dele eu aceitei. Por sua reação ele provavelmente deu pulos de alegria. Ele não estava acreditando que já tinha o maior trunfo nas mãos: eu, com a Dilma Bolada, para o ninho tucano”, disse Jeferson.

“Por fim, eu queria dizer que nem todo mundo tem seu preço. E que eu e nem a minha criação estão a venda, nunca estiveram. Eu esperei ansiosamente pra escrever isso: vocês podem comprar quem quiserem mas a mim não. O que eu faço não há dinheiro no mundo que pague. Vocês deveriam ter sido um pouquinho mais espertos e terem tido o feeling pra saber que eu não sou e nunca vou ser como vocês. Lealdade não se compra e nem se vende”, concluiu Jeferson Monteiro.

Resposta de Pedro Guadalupe
No inicio da noite desta terça-feira, 20, o publicitário Pedro Guadalupe também usou o Facebook para expor sua versão. Na nota, Guadalupe afirma não ter contrato algum com o PSDB, apesar de seu desejo em trabalhar com o partido, e que jamais procurou Jeferson Monteiro para qualquer tipo de acordo. O publicitário afirmou que foi procurado por uma empresa, mas que não gostaria de negociar com a ‘Dilma Bolada’.

“Em 29 de abril de 2014, recebi da empresa denominada AMA, que representa personalidades e canais na internet, a informação de que a “Dilma Bolada” participava de seu casting e fui indagado se tinha interesse em contratá-la. Embora não estivesse disposto a negociar a contratação da personagem, achei tão estranha oferta, que decidi apurar – mesmo sem ter comunicado essa decisão ao PSDB – se era verdade que um dos principais rostos do PT na internet estava realmente disposto a abandonar o partido”, Disse Guadalupe.

“Sem saber o que fazer com a informação de que a “Dilma Bolada” estava à venda, encaminhei os emails da negociação à "Folha de S. Paulo", às 18h30 de 19/05/2014. (...) Antes de enviar, avisei a alguns amigos que trabalham com o PT que estava com esse material e avaliava a publicação de uma matéria a respeito. Creio que essas pessoas alertaram Jeferson Monteiro, que antecipou a sua versão dos fatos”, concluiu o publicitário.


Redação O POVO Online

TAGS