PUBLICIDADE
Notícias

Avianca demite piloto que xingou nordestinos de "porco"

18:23 | 28/03/2014
NULL
NULL
A resposta ao preconceito por parte de piloto da companhia aérea Avianca veio rápido. Na tarde desta sexta-feira, a companhia aérea anunciou a demissão do piloto que havia chamado o povo nordestino de “porco", em postagem na rede social Facebook, na última quarta-feira, 26, depois de ser mal-atendido em um restaurante de João Pessoa, na Paraíba.

Quem chamou a atenção para o caso foi um usuário da rede que postou o print da postagem em seu perfil, e pediu que os demais usuários compartilhassem o "comentário ofensivo e preconceituoso" do piloto da companhia aérea. A postagem teve mais de 5 mil compartilhamentos até a tarde desta sexta-feira, 28.

A empresa havia sido cobrada por internautas para tomar providências em relação ao caso.

Após a repercussão nas redes sociais, no fim da noite de quinta, o piloto usou novamente o Facebook para pedir desculpas. Disse que conheceu lugares e pessoas incríveis no Nordeste e que não é preconceituoso. Explicou ter sido tratado de forma mal educada e desrespeitosa na Paraíba. Mas reconheceu que reagiu de maneira equivocada ao expor a insatisfação em uma rede social.

A seguir, a postagem do piloto:
''Ontem fiz um comentário infeliz, num momento de raiva e insatisfação de atendimento do restaurante em que estava.

Quero esclarecer que não tenho nada contra as pessoas do nordeste, lugar que com frequência fui feliz em escolher para passar os momentos em que
não estava trabalhando.

Conheci lugares e pessoas incríveis, fiz amizades que perduram até hoje, sendo prova disso, minha namorada, que conheci em Recife.

Ontem, após um dia que já começou errado resolvendo um monte de questões pessoais, estava faminto e com o horário já apertado para sair para trabalhar e depois de um terrível atendimento que me deixou por mais de uma hora esperando um prato simples, e quando trouxe à mesa, era a refeição errada.

Atenderam-me de forma mal educada, displicente e até mesmo desrespeitosa naquele lugar.
Meu erro foi ter exposto toda a minha insatisfação da maneira errada, usando palavras e expressões incorretas, onde não eu não soube expressar o que realmente senti naquele momento. Sei que o certo seria ter paciência, e no máximo, reclamado com o gerente.

Peço desculpas a quem se sentiu ofendido com minha publicação. Não sou, e nunca tive preconceito de qualquer tipo principalmente com pessoas nordestinas, dos quais muitos são meus amigos.”

As informações são do blog Senhores Passageiros, da Folha de São Paulo, que disse ainda que iria tentar falar com o piloto.

Redação O POVO Online

TAGS