PUBLICIDADE
Notícias

Procurador da República moverá ação para permitir que candidatos contestem a nota da redação

18:04 | 02/01/2013
NULL
NULL

O procurador da República no Estado do Ceará, Oscar Costa Filho, afirmou nesta quarta-feira, 2, que vai mover uma ação civil pública para garantir aos candidatos inscritos no Enem 2012 a possibilidade de constestarem a nota da redação.

O resultado das provas objetivas e da redação do Enem foram publicados na última sexta-feira, 28. Após isso, milhares de estudantes insatisfeitos com o resultado da redação iniciaram uma mobilização no Facebook e organizaram um abaixo-assinado afim de reunir assinaturas e exigir que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, Inep, abra a possibilidade de contestação das notas.

Segundo o procurador, a partir da repercussão das manifestações, será aberto um procedimento jurídico e uma nova ação pública será formalizada para que coletivamente os candidatos insatisfeitos com a pontuação possam contestar sua nota. As inscrições para as 129 mil vagas oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam na segunda-feira, 7.

Ainda de acordo com Oscar, mesmo se o Inep descartar a possibilidade de revisão da nota, o candidato insatisfeito ainda poderá ingressar com ações individuais na Justiça pedindo a reconsideração da correção.

Costa Filho possui um envolvimento com casos relacionados ao Enem há alguns anos. Ele tentou anular o exame em 2011, após o vazamento de questões do pré-teste em Fortaleza.

 

Redação O POVO Online

TAGS