PUBLICIDADE
Notícias

Projeto O POVO Atividade discute qualidade de vida e envelhecimento

O POVO Atividade promoverá discussões sobre temas como saúde, mobilidade urbana e sexualidade para o bem-estar de idosos

10:34 | 13/03/2017

Há muito passou o tempo em que pessoas com mais de 60 anos eram consideradas velhas e poderiam ser esquecidas e isoladas do convívio social. O aumento da expectativa de vida faz com que cada vez mais se ultrapassem as seis décadas com energia e vitalidade. O projeto O POVO Atividade chega para preencher os espaços de quem está na terceira idade sem desejo de recolhimento. Juventude e qualidade de vida são o foco.

 

 

A partir dessa semana, as diversas plataformas do Grupo de Comunicação O POVO iniciam discussões sobre a qualidade de vivência na terceira idade.

 

 

O foco do projeto é maior acesso a novos tratamentos médicos, a saúde, além de hábitos saudáveis e aumento da renda — que tem feito brasileiros viverem mais e melhor. Um evento acontece no shopping RioMar Kennedy, em agosto, e deve reunir grandes nomes da saúde, do entretenimento e do lazer para a terceira idade.

 

 

“Há dois anos, o projeto vem sendo pensado na compreensão das mudanças geradas pelo envelhecimento da população. Abriu-se uma questão gerada pelo tema do envelhecimento e da qualidade de vida das pessoas chegando à chamada melhor idade”, explica um dos coordenadores do projeto, o jornalista Nazareno Albuquerque.

 

 

Independência financeira e de locomoção, vida sustentável, mobilidade urbana voltada para a terceira idade, nutrição saudável, espiritualidade, sexualidade, gestão de finanças para felicidade, construção de elos afetivos para convivência familiar saudável e leituras serão alguns dos temas a serem abordados pelo O POVO no jornal impresso, na rádio e no portal.

 

 

A Rádio O POVO/CBN, no programa Revista O POVO, levantará algumas dessas discussões, com apresentação de Maísa Vasconcelos. Convivência intergeracional, arte e artesanato na terceira idade, cuidados necessários para a vida urbana e o aniversário de 14 anos de Estatuto do Idoso estão entre os assuntos a serem debatidos no programa. O início das discussões na rádio está previsto para o começo do mês de abril.

 

 

“Em 2030, a população idosa do Brasil deve chegar a 25% do total. Eles já buscam os espaços e é preciso proporcionar independência para essa população”, aponta Nazareno.

 

 

 

TAGS