PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

O que dizem sobre Toy Story 4

20/06/2019 01:34:30
(Foto: )

A franquia criada por John Lasseter é um dos exemplos mais próximos de consenso crítico na discussão artística moderna. Tomando o agregador de avaliações Rotten Tomatoes (rottentomatoes.com) como base, Toy Story consegue fazer jus ao alto padrão estabelecido pelos antecessores.

A obra original, de 1995, foi avaliada por 83 críticos acompanhados pelo site e todos aprovaram o filme. O padrão foi mantido pelo primeiro sucessor, elogiado por todas as 166 resenhas avalizadas pelo Rotten Tomatoes. Já Toy Story 3, o mais premiado da franquia, tem 98% de aprovação, entre 303 críticos.

Até terça-feira, 18, Toy Story 4 acumulava 121 "tomates frescos" contra apenas dois "estragados": 98% de aprovação. O crítico David Ehlich, do site IndieWire, aponta que, sozinho, o personagem Garfinho consegue elevar a obra de "um potencial caça-níquel para um belo e hilário capítulo final necessário para a série estar verdadeiramente completa".

Dirigido por John Cooley, estreante em longas, a obra gira em torno de Garfinho, um garfo de plástico que se torna senciente após Bonnie — "herdeira" dos brinquedos de Andy — escrever seu nome no boneco. O ser, no entanto, sente-se mais talher que brinquedo, o que impulsiona Woody e cia. a uma jornada literal e filosófica pelo imenso mundo humano. (André Bloc)