PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Companhia de Teatro Comedores de Abacaxi estreia novo espetáculo em Fortaleza e Interior

|Montagem|Companhia de Teatro Comedores de Abacaxi estreia o espetáculo Restos Cavam Janelas, que propõe uma investigação sobre o fazer teatral em diálogo com a cidade

16/05/2019 01:43:57
 Cia de Teatro Comedores de Abacaxi estreia o espetáculo
Cia de Teatro Comedores de Abacaxi estreia o espetáculo "Restos Cavam Janelas", chegando em Russas, Itapipoca, Maracanaú e Fortaleza no total de seis apresentações (Foto: Victor Augusto)

"O que está prestes a ser demolido entre nós?". Uma pergunta que atravessa o âmbito macro da política, de como a sociedade se organiza, suas estruturas de poder, as relações humanas e a percepção do próprio corpo. A mesma indagação é o ponto de partida para Restos Cavam Janelas, o mais recente espetáculo do repertório da companhia Comedores de Abacaxi. Desenvolvido dentro do Laboratório de Pesquisa Teatral da Escola Porto Iracema das Artes sob a tutoria do multiartista e diretor argentino Emilio García Wehbi, a montagem estreia amanhã, 17, com programação em diversos locais do Estado.

Com oito meses de trabalho até a execução do espetáculo, o grupo Comedores de Abacaxi procurou focar em uma reflexão sobre o fazer teatral e na criação de uma linguagem própria. "Desde o início da pesquisa do espetáculo, pensamos em questões estruturantes da sociedade e como essas questões estariam em estado de demolição", explica Débora Ingrid, produtora de Restos Cavam Janelas.

O primeiro objeto da pesquisa foi o Edifício São Pedro, da Praia de Iracema, como um corpo condenado à demolição. "Fizemos visitas ao lugar e fomos afetados por esse concreto desgastado. Tentamos trazer aquela sensação para a cena e os tijolos foram surgindo até tomarem conta do palco", analisa Jéssica Teixeira, diretora da obra. No figurino dos atores, cores e tecidos dialogam com a cidade. "São sapatos, cores e tecidos mais pesados e desgastados. Também com acessórios de proteção, tendo em vista uma maior liberdade de experimentação sobre os tijolos em cena", destaca a produtora.

A montagem aconteceu dentro do Laboratório de Pesquisa Teatral do Porto Iracema das Artes. Durante esse período, foram realizadas diversas oficinas abertas ao público, ocasiões que contribuíram para a dramaturgia do espetáculo. Além do texto de Aristides de Oliveira, que atua no espetáculo, e de Juliana Siebra, que é artista plástica e parceira do grupo. "Queríamos uma dramaturgia simples, direta e poética que trouxesse a densidade do que estávamos pesquisando e experimentando", explica.

Restos cavam Janelas tem seis apresentações marcadas para diferentes espaços-sede de grupos parceiros dos municípios de Fortaleza, Itapipoca, Russas e Maracanaú. "Passar por sedes de grupos de teatro de Fortaleza e de outras cidades do interior do Ceará foi um grande desejo do grupo na escrita do projeto de circulação. Sempre foi preciso que os artistas se unissem para fazerem acontecer seus trabalhos, agora percebemos ainda mais essa necessidade, diante de direitos básicos em estado de demolição", pontua Jéssica.

A companhia Comedores de Abacaxi S/A é formada por cinco artistas oriundos da turma de teatro da Universidade Federal do Ceará (UFC) de 2010. Com uma trajetória de três anos, na montagem de seu quarto espetáculo, os Comedores de Abacaxi S/A se reuniram em 2014 impulsionados pela obra Calígula, de Albert Camus.

 

Clique na imagem para abrir a galeria

Espetáculo "Restos Cavam Janelas"

Sexta, 17

Onde: Galpão da Vila. Rua Joaquim Magalhães, Vila Demétrius 156, Benfica, Fortaleza

Sábado, 18

Onde: Galpão das Artes. Avenida Coronel Araújo Lima, 350 - Centro, Russas - CE

Quinta, 23.

Onde:Espaço Pirarucu. Rua Floriano Peixoto, 1437, Benfica - Fortaleza

Sexta, 24

Onde: Espaço Pirarucu. Rua Floriano Peixoto, 1437, Benfica - Fortaleza

Sábado, 25

Onde: Sede do Grupo Garajal. Rua 18, nº 119, Jereissati I, Maracanaú

Sexta, 7 de junho

Onde: Galpão da Cena (Itapipoca). Rua Raimundo Lopes de Sousa N° 331, Bairro Coqueiro, Itapipoca CE

Horário: Todas as apresentações acontecem
às 20h

Quanto: Gratuito

Tempo de resistência

A Companhia Comedores de Abacaxi realiza, no dia 10 de junho, o Seminário "Teatro: Resistências em tempos de demolição". O evento acontece na sede da companhia, na Avenida da Universidade, 2055, Benfica, às 19h. "Será uma maneira de perceber um panorama de como tem se gerido e se movimentado o teatro com alguns grupos de Fortaleza e de algumas cidades do interior", explica Débora Ingrid. De acordo com a produtora, a ideia é contribuir para o fortalecimento de outros espaços culturais que se encontram fora eixo central de espaços formalizados.

"Será um momento importante de compartilhamento de experiências, para que possamos nos nutrir uns com os outros e nos fortalecer enquanto artistas", afirma. E assim, realizar uma culminância para apresentação e troca entre grupos e públicos em geral, do material levantado no decorrer do projeto. Ao final, será realizada uma culminância para apresentação e troca entre grupos e públicos em geral, do material levantado no decorrer do projeto.

Ivig Freitas