PUBLICIDADE
Turismo
NOTÍCIA

Veja só como é Bonito!

| Pernambuco | Conheça um destino, em plena região do agreste, que é o novo queridinho no roteiro de quem adora o contato com a natureza e os esportes de aventura

09/05/2019 02:03:40
Bonito, no agreste pernambucano, estrou na rota do turismo ecológico e de aventura
Bonito, no agreste pernambucano, estrou na rota do turismo ecológico e de aventura(Foto: guga matos / setur pe / divulgação)

Falou em Bonito, em contato com a natureza, e o seu radar te leva pra onde? Para os rios cristalinos do Mato Grosso do Sul? Calma, não se engane: um só Bonito é pouco para um País de dimensões continentais como o nosso e de regiões tão distintas em paisagens e culturas.

Assim, hoje apresentamos aqui um outro município chamado Bonito, esse em Pernambuco. Nele também há rios, cachoeiras e um outro grande atrativo, principalmente para quem é nordestino: um friozinho convidativo para tomar aquela taça de vinho e até dormir de cobertor. Dizem os moradores que nos meses de julho a agosto, os mais frios do ano por aquelas bandas, os termômetros já chegaram a marcar 10 graus! Já imaginou que delícia?

Distante 135 quilômetros de Recife, a Bonito pernambucana só começou a ser explorada turisticamente por volta dos anos 2000, ainda de forma rudimentar. Foi nos últimos dez anos que passou a aparecer, de fato, nos roteiros turísticos divulgados pelo Estado.

O perfil dos visitantes é variado. Casais querendo curtir momentos a dois embaixo das cobertas, aventureiros em busca de tirolesas e descidas de rapel, famílias tentando se desconectar do caos urbano e ter contato com a natureza. E por aqui há opções para todos.

Uma boa pedida para quem adora adrenalina é percorrer as sete cachoeiras abertas ao público na região. A mais famosa é a cachoeira Véu de Noiva 1. Apesar da fama - e de cobrar taxa de entrada (R$5) na propriedade, o local ainda não conta com boa infra-estrutura para acomodar os visitantes. De qualquer forma, vale a visita, principalmente pra quem gosta de desafios e encara deslizar em uma tirolesa de cerca de 300 metros de extensão a 70 metros de altura. Eu fui!

Outro local indicado para os esportes de aventura é o Bonito EcoParque. Aqui também tem rapel, tirolesa, e ainda parede de escalada, arvorismo, caiaque e banho de piscina. Mas se o espírito pedir apenas um encosto sossegado ao som da queda d'água da Cachoeira da Corrente, fique tranquilo: ele vai encontrar um canto bem aconchegante. A área total do sítio é de 10 hectares, organizados cuidadosamente de forma a privilegiar a exuberância da natureza. Aliás, falar de natureza faz encher de orgulho o dono da propriedade, Glauco Pinto, o pioneiro na oferta de turismo rural na região. Enquanto caminha entre os pavões que desfilam garbosos no gramado, ele conta que, desde que chegou, mais de 20 anos atrás, proibiu atividades de caça e pesca, além do desmatamento da mata nativa, e tem acompanhado com gosto a recomposição da flora e da fauna. "Os sabiás voltaram, e já tem uma família numerosa de tejus circulando aqui", gaba-se.

O EcoParque oferece acomodações para hospedagem, mas também dispõe de um sistema de "day use", em que os visitantes podem permanecer no local ao longo do dia, usufruindo de todas as atividades de lazer, com almoço incluso (R$ 120 por pessoa).

Por enquanto, a maior parcela de turistas que visitam Bonito é formada pelos próprios pernambucanos. Cada vez mais, porém, chegam visitantes de estados vizinhos, como Paraíba e Alagoas. O desejo, agora, é levar os cearenses pra lá também. E aí, encara essa "boniteza"?

*A jornalista viajou a convite da Secretaria do Turismo de Pernambuco

 

Voo de balão pode ser agendado regularmente e custa R$450 por pessoa
Voo de balão pode ser agendado regularmente e custa R$450 por pessoa

Voo de Balão

Bonito se vangloria de ser a única cidade do Nordeste a ter voos regulares de balão. Isso mesmo! As partidas acontecem ao nascer do Sol e o passeio dura cerca de 50 minutos, tempo suficiente para imprimir na memória uma imagem privilegiada do Agreste. Os interessados precisam fazer agendamento prévio e as saídas estão sujeitas às variações climáticas. Existem opções de cestas para dois ou sete passageiros. Desembolse R$ 450 (por pessoa) para viver essa experiência!

Teleférico de Bonito. Passeio nas alturas garante vista privilegiada da cidade
Teleférico de Bonito. Passeio nas alturas garante vista privilegiada da cidade

Teleférico

Chega a ser engraçado ver uma cidade com pouco mais de 38 mil habitantes ter um equipamento como este, mas a secretaria de turismo local garante que o Teleférico Governador Eduardo Campos, inaugurado em maio de 2018, virou atração na região. O bondinho parte da praça de eventos, no Centro, e percorre 1,2 mil metros (chegando a uma altura de 70 metros) até chegar ao alto da serra do Araticum. No alto também fica a pequenina capela de Montserrat. O trajeto dura cerca de 10 minutos, com ingressos a R$ 30 (inteira). O teleférico funciona de quinta a domingo, e nos feriados.

Pousada Refúgio do Rio bonito
Pousada Refúgio do Rio bonito

Refúgio do Rio Bonito

A pousada é, com certeza, um dos lugares mais bonitos de Bonito. Se não conseguir se hospedar por lá, garanta pelo menos uma visita. O Refúgio fica no alto de uma montanha, com vista privilegiada, e tem chalés aconchegantes. Nos meses mais frios do ano, o lugar fica ainda mais charmoso e até parece ficar no sul do País. O restaurante oferece cardápio variado, com destaque para as tortas e pães artesanais, que são uma delícia.Os hóspedes podem fazer trilhas e tomar banhos em bicas naturais. O pacote de fim de semana para casal custa R$480, com direito a pensão completa.

Cinthia Medeiros