PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Com gosto de estreia

| CCBNB | Pela primeira vez no Nordeste, banda paulistana Trupe Chá de Boldo faz show em Fortaleza neste sábado

01:30 | 08/11/2018
A banda traz a Fortaleza repertório dos quatro discos lançados Foto: Julia Valiengo
A banda traz a Fortaleza repertório dos quatro discos lançados Foto: Julia Valiengo

A sonoridade híbrida é uma das marcas da banda Trupe Chá de Boldo, cujo trabalho experimental transita por diversos gêneros musicais. Com influências de samba, bossa, tropicalismo e da Vanguarda Paulista, a banda define seu som como um espaço por onde flui a liberdade. O grupo paulista desembarca em Fortaleza para apresentação gratuita no próximo sábado, 10, no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB). Na bagagem, a banda traz 12 anos de estrada e quatro discos lançados.

 

Formada em 2005 por amigos da faculdade, a Trupe é composta por treze integrantes que equilibram sons e referências múltiplas. "Pelo número incomum de integrantes, nossa sonoridade assume características difíceis de serem definidas, porque cada um de nós traz referências de seu repertório próprio, diferentes histórias de vida", conta Marcos Ferraz, saxofonista. Com percussão, guitarras e instrumentos de sopro, a Trupe equilibra um "som orgânico cheio de arranjos fora da curva.

 

"A gente busca trocar experiências com os músicos da nossa geração, como Tulipa Ruiz e Negro Leo", aponta Marcos. Ele também conta que, quando a banda começou as atividades, ainda sem pretensão profissional, foi influenciada pelos "muitos carnavais" de Caetano Veloso. "Começamos com músicas mais festivas, bem ao estilo das marchinhas e impulsionados pela influência da Tropicália e da Vanguarda Paulista", lembra.

 

"Para nós, tudo cabe no espaço da canção, tudo pode acontecer. O mais bacana é a liberdade que cada um tem, de poder ouvir o outro, de ser parte dessa mistura", pondera Gustavo Cabelo. Para ele, que é um dos cinco vocalistas da banda, a "radicalidade caótica" do grupo é um dos elementos que unem treze músicos tão diferentes entre si.

 

O primeiro disco, Bárbaro, veio em 2010, sendo sucedido por Nave Manha e Presente. O álbum mais recente do grupo, cujo título é Verso, foi lançado em julho do ano passado e traz novas versões para canções de vários artistas que influenciaram parte da trajetória da banda. Em Fortaleza, a Trupe traz um repertório de 16 faixas deste e dos outros três álbuns anteriores. "É difícil e, ao mesmo tempo, super prazeroso tocar para um público novo", considera.

 

Na garrafa, Diacho, Pirata e Entre o mangue e o mar são algumas das canções confirmadas no setlist do show. Na capital cearense, a apresentação contará ainda com participação do cantor e compositor Daniel Groove. A Trupe Chá de Boldo já tocou ou gravou com Tatá Aeroplano, Tulipa Ruiz, Gero Camilo, Márcia Castro e muitos outros. Em 2013 e 2014, a banda foi convidada para fazer arranjos e gravar nos discos Tribunal do Feicebuqui e Vira-Lata na Via Láctea, de Tom Zé.

 

Trupe Chá de Boldo em Fortaleza

Quando: sábado, 10, às 20h.

Onde: Centro Cultural Banco do Nordeste (rua Conde Deu, 560 - Centro).

Gratuito.

Informações: (85) 3209 3500

 

IVIG FREITAS