PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Orquestra e banda se encontram para homenagear disco Acústico MTV dos Titãs

A Orquestra de Câmara Heitor Villa-lobos e Os Verminosos Rock Band fazem homenagem aos Titãs no Theatro José de Alencar em show beneficente para o Lar Amigos de Jesus

01:30 | 12/07/2018

A Orquestra de Câmara Heitor Villa Lobos celebra o disco acústico da banda Titãs
A Orquestra de Câmara Heitor Villa Lobos celebra o disco acústico da banda Titãs
 

Era 13 de julho de 1985. Grandes nomes da música, como Paul McCartney e Phil Collins, participavam de enorme concerto de rock chamado Live Aid. Separados por um oceano (um palco era em Londres e outro na Filadélfia), o que os unia era o objetivo de arrecadar fundos para países em situação de extrema pobreza. A data, posteriormente, seria marcada no Brasil como Dia do Mundial do Rock.

Amanhã, 13, mais de três décadas depois do Live Aid, é outra causa nobre que une a Orquestra de Câmara Heitor Villa-lobos e Os Verminosos Rock Band. Os grupos cearenses se encontram, a partir das 19 horas, no palco do Theatro José de Alencar, em apresentação em prol do Lar Amigos de Jesus. Os ingressos custam R$ 10 e 1 kg de alimento não perecível, que será doado para a instituição. No repertório do show, um dos mais importantes discos de rock nacional, o álbum Acústico MTV dos Titãs.

O encontro entre os grupos cearenses começou ainda no ano passado, em uma apresentação da Orquestra no Dia do Rock, quando o maestro Leonardo Sidney conheceu o jornalista e músico Alysson Oliveira, vocalista de Os Verminosos. "A gente bateu um papo, eu falei que tinha uma banda que faz um tributo aos Titãs e tinha o sonho de tocar em um teatro", conta o cantor de rock.

"Até então, era despretensioso", lembra o maestro, contando que, apenas no início de 2018, a ideia começou a ganhar corpo. Alysson lembra que até a rotina da banda de rock foi alterada. Formada por um grupo de amigos que fazem cover dos Titãs, Os Verminosos tiveram de se adaptar com a organização necessária para trabalhar com uma orquestra.

Para o maestro, as coisas também não foram fáceis. A Orquestra de Câmara Heitor Villa-lobos, projeto social que oferece formação musical para pessoas em áreas de vulnerabilidade social, ganhou o desafio de adaptar o repertório dos Titãs. "No Acústico MTV tem muitos instrumentos de metal e sopro, mas a Orquestra é mais cordas e piano", conta Leonardo, que reescreveu as partituras do álbum para a apresentação.

O disco Acústico MTV vendeu mais de dois milhões de cópias, tornando-se o mais vendido dos Titãs. A gravação reuniu todos os membros da banda em 1997, incluindo Nando Reis, que deixaria o grupo em 2002, e Arnaldo Antunes, que já havia se separado dos Titãs. Além deles, grandes nomes da música também participaram do CD, como Rita Lee e Marisa Monte.

"Titãs é considerada por muitos musicólogos como uma das maiores bandas de rock do Brasil", explica o maestro. "As músicas têm uma carga poética muito grande que me toca, como em Marvin, que conta a história de muitas das famílias brasileiras". Leonardo sobe ao palco principal do Theatro acompanhado de 30 músicos da Orquestra, sendo 28 estudantes e dois profissionais. Somam a esse grupo os cinco integrantes de Os Verminosos. Juntos, eles vão tocar canções como Homem Primata, Cabeça Dinossauro e Sonífera Ilha, que ganhará uma nova introdução "orquestral", segundo adianta o maestro.

 

 

Concerto

Titãs Acústico

Quando: sexta-feira, 13, às 19 horas

Onde: Theatro José de Alencar (rua Liberato Barroso, 525 - Centro)

Quanto: R$ 10 + 1kg de alimento

Informações: (85) 3101 2583

 

IURY FIGUEIREDO