VERSÃO IMPRESSA

Novos desafios no cinema e na TV

01:30 | 25/07/2018

Incansável, Dira tem atualmente, além de Pureza, dois outros filmes rodados e uma novela a caminho. Os filmes são Divino Amor, de Gabriel Mascaro, e Veneza, de Miguel Fallabela. "Interpreto mulheres diferentes da Pureza (Santos Loyola), mas o bacana é isso. A diversidade me permite criar um espectro feminino bem amplo".

 

Em Divino Amor, Dira vive uma escriturária num cartório. "Ela atende o setor de divórcios, é evangélica e usa seu conhecimento da Bíblia para o que considera a missão de sua vida - impedir que os casais se separem. No filme, ela participa do teste de elenco para uma produção evangélico-erótica que pretende mostrar que a sexualidade aumentada é a verdadeira garantia de uma família unida."

 

Já em Veneza, segundo longa de Fallabela e que baseia-se na peça do escritor e dramaturgo argentino Jorge Accame, Dira integra o grupo das prostitutas com Danielle Winits e Carol Castro.

 

Em setembro, a atriz começa a gravar a novela das 7. Inicialmente, Verão 90 Graus, de Izabel de Oliveira e Paula Amaral, deveria substituir Deus Salve o Rei, que termina no dia 30, mas foi adiada - segundo numerosas fontes - para não trombar com as eleições. Apesar do título com sugestões de praias, sol, calor, Verão 90 Graus conta a história de diversos personagens que tiveram a poupança confiscada, em março de 1990, no plano econômico do então presidente Fernando Collor de Mello, que derrotara Luís Inácio Lula da Silva na eleição do ano anterior. O atraso nas gravações foi que permitiu que Dira Paes fizesse Pureza. "Liguei para o (diretor) Renato (Barbieri) e ele ainda estava com problemas para escalar a atriz. Foi assim que a Pureza voltou para mim."

AE

 

TAGS