VERSÃO IMPRESSA

Flor do Dia

01:30 | 03/07/2018

“Estamos sempre orando e procurando direcionar a mente para a lembrança de quem realmente somos e do que viemos fazer aqui. Visualizamos uma morada sagrada, um lugar dentro de nós mesmos onde não existe sofrimento. Para muitos, esse lugar é apenas uma fantasia. Aqueles que ainda não tiveram um vislumbre disso, não podem compreender. Alguns já tiveram vislumbres desse lugar sagrado e estão podendo sentir uma alegria sem causa, um contentamento que independe do mundo externo. E, de repente, se percebem amando tudo e todos. E por mais que essa experiência não dure para sempre, talvez algumas frações de segundo, é o suficiente para verem que esse lugar existe.”



TAGS