VERSÃO IMPRESSA

Uma campeã contra o mundo

01:30 | 13/06/2018

[FOTO1]
Também no último fim de semana, o Red Bull Station, em São Paulo, promoveu o FrancaMente, uma batalha de MC’s com reunião de 16 novos talentos da rima. A vencedora foi a paulista Toddy, escolhida por júri formado por nomes já consagrados na cena do hip-hop nacional: Max B.O., Mamuti e Douglas Din.

 

“Não é papo clichê de MC, o rap realmente me salvou e me conduz. É nele que encontro as saídas para os meus problemas”, celebrou, em entrevista ao O POVO, após conquista do prêmio. Para ela, o hip hop é importante ferramenta de transformação social e deve ser cada vez mais valorizado nacionalmente. “Se quem nunca teve voz não puder pronunciar o seu lado, a gente vai ter uma sociedade sempre patriarcal e elitista como a gente tem há 518 anos. Várias pessoas têm muito o que dizer e não estão sendo ouvidas”, pondera ela, cuja fala traz muitas questões de gênero e sexualidade.

 

O evento é uma versão nacional de uma das mais famosas batalhas de MCs no eixo internacional, a Red Bull Batalla de los Gallos. Para Toddy, o prêmio representa ampliação de possibilidades. “Eu quero fazer com que as pessoas tenham mais senso de justiça e pensamento crítico, isso está em falta”.

Renato Abê

 

TAGS