VERSÃO IMPRESSA

Uma rota de memórias

292 ANOS | Comemorando o aniversário de Fortaleza, projeto Ciclofaixa Cultural vai oferecer roteiro por prédios históricos do Centro da Cidade

01:30 | 14/04/2018
[FOTO1]

Imergir no passado com profundidade e conhecer Fortaleza através de alguns de seus prédios históricos ao lado de personagens que revelam memórias únicas destes lugares. E o principal: criar novas histórias e afetos a partir desta imersão. É este o convite da primeira edição da Ciclofaixa Cultural que acontece na manhã deste domingo, 15. A atração é uma iniciativa da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). O projeto visa criar um trajeto ciclístico de visitação por prédios de interesse histórico-cultural da Cidade, numa rota paralela à já existente Ciclofaixa de Lazer. O roteiro cultural parte do Passeio Público às 8h15min e conta com a orientação do turismólogo Paulo Pobro.


Cinco lugares serão visitados, cada um deles carregando especificidades que Isabela de Castro, Gerente da célula de Patrimônio Material da Secultfor, faz questão de levantar. A Casa do Barão de Camocim, por exemplo, é um espaço que será reinaugurado oficialmente, segundo a Prefeitura, neste mês, no lançamento do Salão de Abril. “Como a Casa já contou com um restauro bem refinado, a gente quis incluir no roteiro”, explica a gerente. “Achamos interessante mostrá-la sem nada, sem exposições, para que as pessoas pudessem perceber o quão exuberante e bonita ela é sem adereços, na sua
essência”, reforça.


Mesmo sem adereços, a Casa se enfeita de memórias que serão contadas pelos próprios familiares do Barão. “Estou convocando a família inteira, até gente que está viajando”, explica Olga Maria, artista plástica e bisneta do Barão de Camocim, que foi convidada a participar do projeto apresentando a Casa aos visitantes ao lado de Lourdinha Leite Barbosa, esposa do bisneto do Barão. “A nossa história corre pela casa”, lembra Olga. “Toda a minha infância eu passei ali. Foi-se criando o hábito de tudo ser feito lá. Todos os natais, tudo era ali, girava em torno da Casa.”


Outro ponto que será visitado é o Cineteatro São Luiz, que neste ano comemora seus 60 anos de existência. Neste domingo, a visita vai ser guiada por Manoel Carlito de Almeida, iluminador de 78 anos que participou da inauguração e da exibição do primeiro filme do Cine São Luiz. Em entrevista ao O POVO, ele lembrou com admiração a relação do fundador, Luiz Severiano Ribeiro, com o equipamento: “era a menina dos olhos dele”, rememora. Sobre o encontro de amanhã com os ciclistas, ele já planeja o que vai destacar. “Eu vou falar da inauguração, a importância do cinema naquela época, que foi o maior cinema do Brasil e o mais luxuoso”, antecipa Manoel.


É este compartilhar de histórias para criar laços que o projeto busca, segundo Isabela. “A nossa intenção é que as pessoas possam desenvolver esse afeto com a Cidade e entender aquilo que compõe a nossa memória, quem somos e de onde surgimos”, explica. “A partir do momento que a pessoa cria qualquer relação com uma coisa, seja um prédio, uma praça, uma calçada, uma rua, ela passa a ter uma outra visão sobre aquilo para que a lute por esse patrimônio”.


Além destes dois espaços, o roteiro também vai passar pela Casa Juvenal Galeno, pelo Palácio São Brígido (Paço Municipal, sede do Poder Executivo do Município) e pela Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção. Para quem não conseguir acompanhar o grupo que sai às 8h15min, as visitações aos prédios e a ciclofaixa continuarão funcionando até as 11 horas. No Passeio Público, ponto de apoio da Ciclofaixa Cultural, serão oferecidos aluguéis de bicicleta e atendimento do Samu.

 

SERVIÇO


Primeira edição da Ciclofaixa Cultural

Quando: domingo, 15. Concentração no Passeio Público às 7h45min, com saída às 8h15min

Percurso: Casa do Barão do Camocim, Cineteatro São Luiz, Casa de Juvenal Galeno, Palácio João Brígido e Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção
Guia: Paulo Probo, turismólogo

 

IURY FIGUEIREDO

TAGS