PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Espetáculo "Guerra de Cup&Cake" abre temporada no Dragão do Mar

O K'Os Coletivo faz temporada no Teatro Dragão do Mar com Guerra de Cup&Cake

01:30 | 05/04/2018
A MONTAGEM ficará em cartaz por três fins de semana de abril, com início nestes sábado e domingo FREDDY COSTA/DIVULGAÇÃO
A MONTAGEM ficará em cartaz por três fins de semana de abril, com início nestes sábado e domingo FREDDY COSTA/DIVULGAÇÃO

Misturando todos os ingredientes e adicionando uma pitada de bom-humor, os cozinheiros Cup e Cake subirão ao palco do Teatro Dragão do Mar, para descobrir quem é o maior confeiteiro da fictícia cidade de Mascavo. A montagem ficará em cartaz por três fins de semana do mês de abril, iniciando temporada nestes sábado e domingo, dias 7 e 8, respectivamente.

O equipamento cultural também receberá o espetáculo aos dias 14, 15, 21 e 22 de abril. Ao longo das seis apresentações, a peça será encenada sempre às 17 horas, com ingressos custando R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira) em todas as sessões.

Criado a partir de vivências reais dos criadores no universo da gastronomia, a peça Guerra de Cup&Cake é ambientada antes da popularização do famoso doce inglês, chamado primeiramente de fairy cake (bolo de fada), que ficou conhecido posteriormente por cupcake (bolo de copo). A montagem retrata uma premiação gastronômica por um viés cômico, onde dois confeiteiros disputam um título, mas acabam criando despretensiosamente o cupcake.

O espetáculo tem no elenco Aldrey Rocha (o Cup) e Aline Campêlo (a Cake), em obra assinada por Sâmia Bittencourt. “A ideia partiu de um curso de culinária que nós fizemos em 2015. A partir dele, começamos a pensar na possibilidade de retratar isso em cima do palco”, explica Aldrey. A dupla iniciou a montagem dramatúrgica do espetáculo depois de encerrar alguns projetos e estreou a peça em 2017, no palco do Teatro Sesc Emiliano Queiroz.

Inspirados na arte comumente vista em palhaços de cidades europeias, os dois atores utilizam técnicas clownescas, encenando através de gestos e mímicas. As falas aparecem, mas em momentos muito pontuais durante a apresentação. “Em 2016, tivemos contato com pessoas de fora, e sentimos necessidade de um espetáculo que pudesse ser o universal possível. Por isso, surgiu a ideia de utilizar mímicas para se comunicar com um público maior”, comenta o ator.

Vivendo na pele de um palhaço desde 2004, Aldrey conta que mesmo sem a presença de falas, o público costuma manter-se bastante atento ao espetáculo, pois o gestual retrata bastante euforia, sensação muito presente nas crianças. “O palhaço é sempre uma figura que chama muita atenção, seja de crianças, seja de adultos”, acredita.

O espetáculo já foi apresentado em palcos da região do Cariri e dos Inhamuns, na cidade de Tauá, na Parnaíba, em Curitiba e em outros festivais pelo Brasil. O grupo K’Os Coletivo iniciou seus trabalhos em 2006, trabalhando, principalmente, com a palhaçaria, a comédia, a improvisação teatral e o teatro para bebês. Já em 2018, o grupo apresentou a comédia As Velhacas, no palco do Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB).

Entre os principais trabalhos, o grupo tem também as montagens O Prisioneiro (2006), D. Menina (2016), Circo do K’Os – Os Clássicos da Palhaçaria (2016) e Tripa de Elite (2018).

GUERRA DE CUP&CAKE

Quando: sábado, 7 e domingo, 8, às 17 horas

Onde: Teatro Dragão do Mar (rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema)

Quanto: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira)

Mais informações: (85) 3488 8600

 

DANIELBER NORONHA