VERSÃO IMPRESSA

Nostalgia e tradição

Em sua 51ª edição, o baile de Carnaval mais longevo e tradicional da Cidade repete sua fórmula de sucesso e homenageia, este ano, as nove décadas do jornal O POVO

01:30 | 03/02/2018
[FOTO1]

Dividir alegrias é uma das melhores coisas a se fazer. Um carnavalesco muito animado entende bem do assunto. Há mais de cinco décadas festeja esta época do ano em ritmo de saudosas marchinhas. Sem perder o fôlego e a essência de um Carnaval fraterno, o Náutico Atlético Cearense é este carnavalesco, do Meireles, pronto para receber, logo mais à noite, no 51º Carnaval da Saudade, em homenagem aos 90 anos do O POVO.


Para Pedro Jorge Medeiros, diretor do Náutico, o sentimento da homenagem, que também reserva honra a uma das personalidades da Música Popular Brasileira (MPB) e erudita, Chiquinha Gonzaga, compositora de Ô Abre Alas (1899), é de festa antecipada. Se o jornal O POVO completou 90 anos no último dia 7 de janeiro, o Náutico Atlético Cearense, fundado em 1929, já se prepara para sair, próximo ano, como nonagésimo.


“O Carnaval da Saudade é a festa mais tradicional da cidade. Nada mais natural do que celebrar o aniversário especial de 90 anos do O POVO, que também é um ícone desta cidade, dentro de outro que é o Náutico”, justifica Pedro.


Ao longo destas 51 edições do tradicional baile, o jornal O POVO narrou também a memória da própria cidade. O cenário descrito há quase dez anos na reportagem de Julia Lopes ao Vida & Arte tem a mesma força dos dias de hoje: “Enquanto a música está tocando, as luzes piscando e a moçada rodopiando no salão, ninguém lembra da saudade. Está tudo ali: a alegria espontânea, a disposição revigorada, a indumentária preparada”.


Passada de geração em geração, “é uma história que se entrelaça com a do jornal e com a da cidade”, percebe Cliff Villar, diretor de marketing do O POVO, ao destacar o legado da instituição para além do período momino. “O Grupo de Comunicação apoia o Carnaval da Saudade há mais de cinco décadas, mas a parceria com o Náutico foi muito antes, desde que ele nasceu”, lembra Villar.


O encontro de Sábado Magro, hoje, no clube, integra as comemorações dos 90 anos do O POVO. Durante a noite carnavalesca, além da coroação da rainha, o jornal participa da entrega simbólica da chave da cidade ao Rei Momo. O momento marca oficialmente o início do Carnaval dos fortalezenses e reúne, como de costume, o presidente do Náutico Atlético Cearense, Pedro Jorge Medeiros, e o prefeito da cidade, Roberto Cláudio. A Orquestra Caribbean Kings animará a folia aos brincantes.


A cidade reviverá o clima e glamour dos carnavais de outrora. “É uma festa da família cearense”, convida Pedro Jorge. O espaço no casarão será palco de Carnaval até quarta-feira de cinzas. Até lá, a previsão é de chuva de confetes e serpentinas cantarolando o refrão tema do baile este ano. Vale treinar desde já: “Ô abre alas / Que eu quero passar”.

 

SERVIÇO

 

Carnaval da Saudade

Quando: hoje, às 22 horas

Onde: Náutico Atlético Cearense (Avenida Abolição, 2727 - Meireles)

Quanto: Mesa 4 lugares - R$ 800 (sócio) e R$ 1.200 (não-sócio) / Mesa 8 lugares – R$ 1.600 (sócio) e R$ 2.400 (não-sócio)

Mais informações: (85) 3242-9300

 

GABRIELLE ZARANZA

TAGS