VERSÃO IMPRESSA

Flor do dia

01:30 | 24/02/2018

 

"Só existe um intimidador porque existe um intimidado - um não existe sem o outro. O agressivo quer fazer do outro um escravo e o submisso quer ser um escravo porque, dessa forma, ele exerce domínio através da acusação, enfraquecendo o agressivo ao fazê-lo sentir-se culpado pelo seu sofrimento. Esse jogo perverso da natureza inferior acontece tanto dentro do homem quanto dentro da mulher pois ambos carregam uma porção dos princípios feminino e masculino, tanto no seu estado original quanto no seu estado distorcido."

TAGS