PUBLICIDADE
Jornal

Exposição faz recorte das artes plásticas cearenses pós-1970

07/07/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

A partir de hoje, a Galeria Casa D’Alva recebe a exposição Todas As Direções, que propõe “um dos resumos possíveis do desenvolvimento da arte no Ceará a partir dos anos 1970”, como explica o curador José Guedes. A entrada é gratuita e a exposição deve seguir em cartaz até o mês que vem.


Ao todo, 14 artistas cearenses terão obras expostas na galeria. “São nomes que desbravaram caminhos novos dentro do que se chama de arte contemporânea”, destaca José. Participam da exposição Batista Sena, Celso Oliveira, Francisco Almeida, Hélio Rola, Herbert Rolim, José Leonilson, Kleber Ventura, Luiza Nóbrega, Marcus Francisco, Maurício Coutinho, Roberto Galvão, Rodrigo Frota, Silas de Paula e Weaver de Lima.


“Esses artistas criaram universos em suas carreiras, desenvolveram uma linguagem muito pessoal e marcante, ainda que dialogando com outros universos”, segue o curador. José ainda aponta para a riqueza da arte cearense e, ao mesmo tempo, para a deficiência na visibilidade dessas obras. “Lógico que teriam muito mais nomes para colocar. A exposição é somente uma pequena mostra, mas a produção do Ceará é muito rica e de muita qualidade”, afirma. “As galerias têm um caráter temporário, depois dessa exposição vai entrar outra. O ideal é que se coloque em prática o que está no papel, que é a criação da Pinacoteca Pública do Estado, para que se tenha a exibição permanente dessa produção”, defende o curador.

 

SERVIÇO

 

Abertura da exposição Todas As Direções

Quando: hoje, a partir das 19h30

Onde: Casa D’Alva (rua João Brígido, 934 - Aldeota)

Visitação gratuita

Telefone: 3252 6948

João Gabriel Tréz

TAGS