Participamos do

Arquitetura e espiritualidade

| pelo mundo | Para além de símbolos de espiritualidade, igrejas são pontos sempre lembrados em roteiros turísticos pelas importantes referências sobre a arquitetura, a arte e a evolução das cidades
23:27 | Abr. 24, 2019
Autor Isabel Costa
Foto do autor
Isabel Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Logo que o incêndio que devastou a Catedral de Notre-Dame foi confirmado, uma comoção invadiu a internet. Quem já visitou o santuário tratou logo de postar sua fotografia e lamentar pela perda de um dos monumentos mais visitados da Europa. Quem nunca conheceu o lugar sentiu o peso daquilo que não foi vivido. A reconstrução, afinal, tem prazo inicial estipulado em cinco anos e vai custar um volume incalculável de euros. A catedral - localizada na Île-de-la-Citê, uma das regiões mais exuberantes da capital francesa - recebia mais de dez milhões de turistas por ano. Pessoas em busca não apenas da religiosidade e do conforto espiritual, mas também de apreciar uma edificação que era uma verdadeira obra de arte. Ultrapassando os 800 anos de existência, Notre-Dame é símbolo da arte gótica e marco zero de Paris.

As igrejas têm a capacidade de contar a história da humanidade. Seja pelas características do piso e do telhado, pelas obras de arte expostas ou pelo estilo dos vitrais e da fachada, elas representam a solidificação do estilo artístico vigente em algum tempo. Em estilos coloniais, clássicos ou góticos, são pontos facilmente encontrados em roteiros turísticos. As visitações são majoritariamente gratuitas, mas, em alguns casos, ingressos são cobrados para que os turistas acessem espaços reservados. O Vida&Arte preparou uma lista de basílicas, catedrais, santuários e capelas que valem a visita!

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags