PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Altas presepadas zumbi

| WEB SÉRIE | Humorista Dinah Moraes faz a pré-estreia de The Walking Agreste, amanhã, no Cineteatro São Luiz. A produção é inspirada na famosa série norte-americana The Walking Dead

13/04/2019 02:15:49
Cena da web série
Cena da web série "The Walking Agreste" (Foto: Divulgação)

Você tem alguma ideia de como seria um ataque zumbi justo aqui no Ceará? Pois foi a partir desse mote e tendo como grande inspiração a série norte-americana The Walking Dead, que a cearense Dinah Moraes idealizou The Walking Agreste. Web série exibida pelo canal da humorista no YouTube, a produção independente já rendeu duas temporadas (com cinco episódios, cada) e amanhã, às 16 horas, fará a pré-estreia da terceira temporada no Cineteatro São Luiz (Centro). O humor, claro, é o que alicerça a narrativa, iniciada com gravações em Sobral e, posteriormente, na Capital e Região Metropolitana.

"Imaginei como seria esse ataque, porque a forma do nordestino viver e ser é totalmente diferente das outras pessoas, né? A gente tem um jeito mais gaiato, faz altas presepadas quando o assunto é sério e não leva as coisas muito do jeito da série original. Então eu imaginei que seria engraçado ver o elenco brigando por cuscuz, rapadura, etc., essas coisas da cultura do Ceará", afirmou Dinah, que não só é a roteirista de The Walking Agreste, como também a diretora e protagonista da web série, lançada oficialmente na internet no dia 24 de setembro de 2017.

Na primeira temporada, a história dá início com a personagem Tânia (Dinah) tentando se refugiar de zumbis numa mata. Encontrando-se logo na sequência com outros sobreviventes, a narrativa vai aos poucos trazendo novos personagens, em elenco formado por 50 pessoas. "Tem muitos talentos a serem descobertos aqui e eu tenho dado muita oportunidade a essas pessoas de aparecerem porque tem tanta gente que não consegue mostrar quando o que falta é justamente espaço", confirma a humorista, que também faz questão de agregar outras informações à trama.

"Depois me veio a ideia de falar de alguns lugares importantes de Fortaleza, então, a gente pegou algumas referências do Ceará e misturou nisso tudo, até pra dar um pouco de cultura pra série e pra mostrar para o público que não era apenas um besteirol. E é isso. Já estamos na terceira temporada e eu não imaginava que iríamos chegar tão longe", confessa Dinah. As cidades de Fortaleza e Maranguape serviram de cenário para os "novos ataques". "Gravamos, por incrível que pareça, na época que estavam acontecendo aqueles incidentes, queimando ônibus aqui. Então foi realmente um apocalipse!".

Há cinco anos, Dinah Moraes começou a ser vista na internet por meio de seus vídeos. Há dois, no entanto, leva a carreira de humorista como profissão. "Eu sempre tive uma vida normal. Sou cozinheira, mas já trabalhei como vendedora, fiz faxina em casa de família pra sustentar meu filho sozinha, etc., e até hoje eu não vejo muita coisa muito fácil pra mim. Mas eu acho que o fácil não é bom de ser conquistado. Senti todo aquele impacto por ser mulher e, no humor, não seria diferente isso acontecer. Mas eu sempre foquei no meu trabalho e tentei dar o máximo de mim, fazendo um humor diferente do que via. Acabou dando certo, graças a Deus". No YouTube, The Walking Agreste estreia no dia 21.

Clique na imagem para abrir a galeria

Pré-estreia de The Walking Agreste: 3ª Temporada

Quando: amanhã, 14, às 16h

Onde: Cineteatro São Luiz (rua Major Facundo, 500 / Praça do Ferreira - Centro)

Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). À venda na bilheteria.

Teresa Monteiro