PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

DUELO FINAL (II) 

23/05/2019 23:58:39
foto 4
foto 4 (Foto: divulgação)

...E ausente do debate global mas dando entrevista - mesmo horário - à Record, em casa e por recomendação médica, Jair Bolsonaro e Fernando Haddad foram os mais torpedeados. Este, detonado por todos na condição de "marionete" de Lula. Às acusações envolvendo seu ídolo, fazia cara de paisagem, desconversava e seguia adiante. Ciente de que será reprovado na primeira rodada urnística, Guilherme Boulos (clic) revelou-se inteligente e solto em sua juventude incansável. Sobretudo em seu apimentado discurso contra a ditadura, remetendo a Bolsonaro. Com referência a Alckimin, ele bem que tentou se despojar de seu codinome Picolé de Chuchu, mas não logrou êxito na empreitada. É cansativo. Quanto à Marina Silva, a mais solicitada para protagonizar discussões - talvez por seu jeitinho frágil - manteve o speech habitual e, mesmo nos momentos de ataques, o fez sem perder a delicadeza, mantendo sua condição de guerreira light na repetição de suas propostas basiquinhas. Resuminho? Não rolou emoção. Estavam todos très fatigués, como diriam os franceses. Uma pena? João Amoedo não reunir as condições elementares para ali estar presente. Já o Cabo Daciolo poderia - com seu chiado bem carioquês - e seu despreparo ter sido um ingrediente singular na contenda....

TAGS