VERSÃO IMPRESSA

Fim do baixo astral

A Fenatran reuniu oito montadoras contra apenas duas na edição passada, em 2015. A próxima edição do Pop Veículos trará cobertura completa do evento

01:30 | 19/10/2017

Jocélio Leal

ENVIADO A SÃO PAULO*

leal@opovo.com.br

[FOTO1]

Não, o setor ainda não roda em uma highway. Contudo, vive um novo momento e até faz planos. Um dado concreto desta nova fase é a participação na Fenatran, o 21º Salão Internacional do Transporte de Cargas, que começou na segunda e prossegue até amanhã em São Paulo. Há oito montadoras expondo. No evento de 2015, havia duas.


O Salão reúne Mercedes-Benz, Ford, Volvo, Scania, DAF, MAN, Iveco e a Peugeot (que lançou um comercial leve). Neste ano, as empresas falam em uníssono que há sim uma recuperação. Algumas arriscam previsão de 20% no ano que vem, caso de Mercedes e Volvo. Fabricantes de motores, implementos e autopeças também expõem.


A holandesa DAF tem no Ceará a sua única concessionária no Nordeste. Pertence ao Grupo Fornecedora. O grupo, a propósito, poderá abrir novas unidades da marca noutros estados. Um deles o Piauí. Em Pernambuco abrirão com outro concessionário.


Luís Gambim, diretor comercial da empresa, diz que a marca tem como meta 10% de market share em 2018. Hoje são 23 concessionárias, mas querem ir a 45 em cinco anos. Os caminhões são montados em Ponta Grossa (PR).

[FOTO2]

O presidente do Grupo Volvo na América Latina, Wilson Lirmann, aposta em crescimento do setor de caminhões acima de 16 toneladas na casa dos 20% em 2018. A projeção coincide com a leitura feita pela Mercedes-Benz. A Volvo participa da Fenatran 2017, em São Paulo.


A vice-presidente da Peugeot e diretora geral da Peugeot no Brasil, Ana Theresa Borsari, diz que a companhia prefere ser conservadora na leitura do cenário econômico. Ela aposta em 5% de crescimento no próximo ano.


A Mercedes-Benz escolheu o evento para lançar sua linha de caminhões 2018. “Trouxemos para essa Fenatran a nova linha de caminhões desenvolvida nas estradas. É o transportador e o motorista nos guiando sobre o que é melhor para eles”, diz Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.


Schiemer se manifestou antes mesmo da Feira prevendo crescimento de 20% nas vendas em 2018.


*O jornalista viajou a convite da Anfavea


SAIBA MAIS

O presidente e CEO da MAN Latin America, Roberto Cortes, adentrou no estande na hora da apresentação guiando o protótipo e-Delivery, o primeiro caminhão 100% elétrico desenvolvido no Brasil.


Cortes anunciou que o modelo elétrico começa a ser testado no início de 2018 em São Paulo pela Ambev. A autonomia é de 200km. A bateria é recarregada parcialmente em 15 minutos.


 

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS