PUBLICIDADE
Jornal

Esportivo em pele de sedã

Montadora alemã comemora 50 anos da divisão AMG com lançamento do E 63 S Matic%2b. Vendas tem início neste mês. Preço: R$ 699.900

25/07/2017 01:30:00
NULL
NULL

Átila Varela

ENVIADO A MOGI GUAÇU(SP)*

atilavarela@opovo.com.br

[FOTO1]

A linha AMG, divisão de alta performance da Mercedes-Benz, completa em 2017 meio século de vida. Em homenagem à série, a montadora desembarca no País um lançamento: o “falso” sedã AMG E 63 S Matic%2b. Sai por R$ 699.900 e as vendas já iniciaram em julho.


De fato, é um esportivo em pele de sedã. Isso porque apresenta motor V8 4,0 litros de 612 cv, sendo o mais potente da linha AMG oferecido no Brasil. Vai de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos. A surpresa do motor, contudo, está em sua eficiência. A Mercedes equipou o V8 com um sistema de desativação de cilindros – AMG Cylinder Management. Ao selecionar um modo de condução, exemplo o Comfort, o sistema de desativação de cilindros é disponibilizado em uma ampla faixa de rotações do motor entre 1.000 e 3.250 rpm. A transição da operação com quatro para oito cilindros é imediata.


O E 63 S traz também cinco programas de condução: Comfort, Sport, Sport%2b, Race e Individual. Cada um permite que o motorista possa modificar as características do automóvel. Os modos alteram a resposta do motor, transmissão, regulagem da suspensão e da direção, o ESP e o sistema de tração integral. Os acertos da suspensão também podem ser selecionados, caso o condutor tenha necessidade.

[FOTO2]

Na parte mecânica, a montadora alemã adotou a transmissão esportiva AMG Speedshift MCT de 9 marchas. O sistema de embreagem é banhado a óleo, permitindo tempos de resposta ainda mais ágeis. Outro destaque está no reformulado sistema AMG Performance 4MATIC%2b de tração integral. Em suma, o automóvel auxilia na distribuição do torque entre os eixos, antes voltada para a traseira, passou a ser variável, garantindo assim tração independentemente das condições da pista.


Interior

Para deixar o modelo com cara de esportivo (mesmo com o aspecto de um sedã), a Mercedes apostou nos detalhes. Inseriu o volante esportivo em couro preto, Touch Control (controle de toque) e palhetas de câmbio anodizadas – processo que consiste em produzir uma película tornando o item mais resistente. Os bancos são esportivos, tanto para o passageiro quanto para o carona. Os detalhes internos incluem a cobertura em napa do painel de instrumentos e linhas de cintura e volante na posição 12 horas com costuras.

Teste na pista

Para provar a valentia do AMG E 63 S Matic%2b, O POVO testou o sedã no autódromo de Vello Cittá, em Mogi Guaçu, no Interior de São Paulo. O habitáculo espaçoso não cria uma atmosfera de estar inserido em um esportivo. O (bom) engano se dá na condução. O modelo responde rapidamente ao acionamento no pedal do acelerador. No nosso caso, atingimos 198 km/h. Por medidas de segurança, tivemos de “aliviar” o pé.

 

O que mais chamou atenção foram as opções de condução. No modo “Sport”, o Mercedes-AMG E 63 S 4MATIC%2b se comporta de forma dinâmica, com inclinação reduzida nas curva, efeito da rigidez das molas. Basta saber se o modelo terá boa aceitação no mercado dos esportivos. Mercado esse que, segundo a montadora alemã, não tem “apanhado” da crise.


Inferno verde

A Mercedes-Benz quer ampliar as vendas do GT R Coupé, chamado de “Green Hell”, ou “inferno verde”, no País. Lançado oficialmente em junho, o modelo sai por nada menos que R$ 1,2 milhão. Ele entrega 585 cavalos de potência e vai de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos. Apresenta teto em fibra de carbono, freios de cerâmica e bloqueio eletrônico diferencial traseiro.

* O jornalista viajou a convite da Mercedes-Benz

 

SERVIÇO

 

Mercedes-Benz em Fortaleza

Onde: Avenida Rogaciano Leite, nº 323 – Loja 1 – Guararapes

Outras informações: Telefone: 4009-2700 4009-2710

Adriano Nogueira

TAGS