PUBLICIDADE
Jornal

O que a Toro traz na caçamba

Picape da Fiat tem desempenho muito bom nas vendas e ocupa a vice-liderança no ranking nacional da Fenabrave de janeiro a abril. O produto explica

30/05/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

O Fiat Toro (ou a, como queira) é um sucesso desde o lançamento, em fevereiro do ano passado. Ocupa o pódio das vendas do segmento de comerciais leves, em família. Aqui em Fortaleza, testamos a versão Freedom 2.4 Flex AT9. E foi uma boa experiência. A questão é saber se é o que você precisa pelos R$ 98.790 a serem pagos.


Os números de emplacamento mostram que a italiana acertou. No acumulado do ano perde apenas para o Fiat Strada. São 15.391 unidades contra as 14.709 dele (ou dela). Em abril passado, por exemplo, ganhou. Foram 3.470 contra 3.122 emplacamentos.

[FOTO2]

Desde o final do ano passado a versão Freedom 2.4 Flex AT9 está na praça, equipada com o motor global da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), o 2.4 Tigershark Multiair Flex 16V. Tem186 cv de potência. O propulsor Tigershark 2.4 traz Start&Stop, que desliga o motor em pequenas paradas e religa automaticamente quando se tira o pé do freio. É um dos artifícios para economizar combustível, fator de rejeição dos motores não a diesel das picapes.


Em termos de consumo, nota A na categoria e C no ranking geral no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Conforme os dados, faz 5,9 km/l com etanol e 8,6 km/l com gasolina na cidade. Na estrada, 7,4 km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina.


Um trunfo é o novo trem de força é a transmissão automática de nove marchas, antes exclusiva das configurações diesel. Segundo a montadora, vai de zero a 100 km/h em 9,9 segundos e a velocidade máxima chega a 200 km/h.


Quem a procura, busca o conforto de um automóvel, o perfil de um SUV e a praticidade e mais a robustez de uma picape. Este mix de virtudes é o que a Fiat põe nessa caçamba. Quatro passageiros conseguem viajar na boa – um mais é melhor não.


Novidades

A versão Freedom 1.8 Flex AT6 tem novidades. Na lista, nenhuma revolução. Vejamos: o HCSS (Heated Cold Start System), uma tecnologia desenvolvida pela Magnetti Marelli, que elimina tanquinho de gasolina no vão do motor, usado para as partidas a frio. Também agregou a Função Sport. Com ela, promessa de comportamento mais esportivo. Entra ainda o conhecido Start&Stop.

 [FOTO3]

Mais: sensor de pressão dos pneus. O sistema dTPMS monitora os níveis de pressão em cada pneu e os informa ao motorista via painel de instrumentos. Abaixo de 20% de seu valor nominal, o painel emite um sinal de aviso. Fechando, de série traz capota marítima, volante revestido em couro, comandos de rádio e de trocas de marchas no volante.


Todas as versões do Fiat Toro 2018 ganham de série a tecnologia GSI (Gear Shift Indicator) - que atua na otimização do consumo de combustível, informando ao condutor o melhor momento para realização das trocas de marcha, seja em ordem crescente ou decrescente -, e mais, capota marítima, volante revestido em couro, comandos de rádio no volante e 2ª luz de ré.

 

SERVIÇO

 

Fiat em Fortaleza


Vouga

Onde: Rua Júlio Ventura, 101 - Aldeota

Telefone: 3306-8800


CDA

Onde: Avenida Borges de Melo, 1529 – Alto da Balança

Telefone: 4011-8333


Guarautos

Onde: Avenida Almirante Barroso, 435 – Praia de Iracema

Telefone: 3308-6503 ou 3311-1111


Iguauto

Onde: Avenida Rogaciano Leite, 400 – Água Fria

Telefone: 3452-1444


ViaSul

Onde: Avenida Santos Dumont, 7800 - Dunas

Telefone: 3535-6565

 

Jocélio leal

TAGS