VERSÃO IMPRESSA

Frontier pronta para o combate

Picape da japonesa Nissan ficou mais robusta e tecnológica, apesar de ser vendida em uma só versão. Tem cacife para brigar com as concorrentes. Preço do modelo: R$ 166.700

01:30 | 04/04/2017
[FOTO1]

Átila Varela

ENVIADO A TUIUTI (SP)*

atilavarela@opovo.com.br


A avalanche de SUVs no mercado tirou o protagonismo das picapes nas vendas? A Nissan acredita que não. E não abriu mão de renovar a Frontier. O modelo 2017 apresenta design mais robusto e adição de tecnologias para condução mais pesada ou fora da estrada. A picape, que já está nas concessionárias, pode ser encontrada numa única versão, por R$ 166.700.


Por fora, a Fronteir ficou mais musculosa. As laterais do capô ficaram mais altas que a do modelo antigo. Também adota a chamada grade V Motion e os faróis em formato de bumerangue. A nova roupagem traz de série luzes diurnas (DRL) nos faróis de LED e luz de freio de LED (CHMSL). Por enquanto, a Nissan oferece a picape apenas na versão LE, a topo de linha, contrariando o gosto de quem aprecia mais motor ou itens de série. No ano que vem, outras versões devem chegar ao mercado, importadas da Argentina.


Os bancos em couro deixam o motorista confortável. Conta com ajustes elétricos (até cinco opções), mas o do carona sequer apresenta opção. Faltou também oferecer apoio de cabeça e cinto de segurança de três pontos para o passageiro do banco central.


A Nissan Frontier vem equipada com motor diesel 2.3 biturbo, que desenvolve 190 cavalos de potência e entrega 45,9 kgfm de torque a 2.000 rpm. A transmissão automática de sete marchas oferece opção de trocas manuais. A tração nas quatro rodas e a reduzida podem ser acionadas por meio de uma manopla giratória.

[FOTO2]

Na esteira da tecnologia, a picape conta com o Controle Inteligente de Descida (HDC) e o Sistema Inteligente de Partida em Rampa (HSA). Ambos atuam de forma automática nos freios para controlar o veículo em descidas íngremes. As descidas em terrenos acidentados são controladas pelo HDC, que atua até a velocidade máxima de 25 km/h, sem que o condutor tenha de tocar no freio.

Quando ligado o sistema, o veículo desce usando os sistemas ABS e EBD para controlar a velocidade de cada roda. Se o veículo acelerar sem interferência do condutor, o HDC aplicará os freios para diminuir a velocidade.


O HSA impede a picape de andar para trás em um aclive. O sistema detecta a situação e mantém a pressão de freio por até três segundos depois que o motorista solta o pedal.


O modelo tem a central multimídia Nissan Multi-App com rádio, CD player, MP3 com display colorido de 6,2 polegadas, função RDS, entrada auxiliar, conector USB e conexão à internet por meio de Wi-Fi (somente Android).


Teste

Com as novas tecnologias, a Frontier está pronta para enfrentar as concorrentes Chevrolet S-10, Ford Ranger, Mitsubishi L-200 e a temida Toyota Hilux. O POVO testou o modelo na rodovia SP-360 e nas estradas que levam até o município paulista de Tuiuti.

 

A traseira, que combina multilink com eixo de torção, deixa o veículo seguro no chão. Mesmo em terrenos acidentados, não há impressão de a picape se “espalhar” para os lados. A adoção dos sistemas HDC e HSA foi outro acerto.


Com relação aos bancos, os traseiros são baixos com relação ao assoalho do carro. A sensação, nas estradas vicinais, é bem desconfortável. Mas os ajustes pontuais não tiram o brilho da picape.


* O jornalista viajou a convite da Nissan

 

SERVIÇO

 

Nissan Jangada

Av. Washington Soares, 2055 - Edson Queiroz

Telefone: 3391.6000


Jangada Nissan

Av. Júlio Ventura, 200 - Aldeota

Telefone: 3306.8686

 

Fort Nissan

Av. Santos Dumont, 7580 - Manoel Dias Branco

Telefone: 3307.7600

 

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS