PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Valentina: 7 anos e 14 milhões de inscritos Youtuber mirim mais popular do Brasil é cearense

| REDES SOCIAIS | Na primeira entrevista para a imprensa, os pais da menina falam sobre a fama, as mudanças na vida da família e os cuidados que procuram ter para garantir a proteção da filha

03/07/2019 00:00:09
Valentina Pontes, maior youtuber mirim do Brasil
Valentina Pontes, maior youtuber mirim do Brasil (Foto: Deísa Garcêz/Especial para O Povo)

Mais de 14,5 milhões de pessoas foram cativadas pelas brincadeiras compartilhadas em vídeos no Youtube de uma menina de 7 anos acompanhada da mãe, do pai e do irmão de 12 anos. Valentina Pontes, cearense e moradora de um bairro da periferia de Fortaleza, se tornou a maior youtuber mirim do Brasil no ano passado. Ao todo, a audiência do canal Erlania e Valentina, que chega a 3 bilhões de visualizações, é maior do que a de Whindersson Nunes, um dos mais famosos youtubers do País.
O POVO visitou a casa da família de Valentina para entender os frutos do sucesso e como a rotina mudou após a carreira na internet deslanchar.

A casa da família ainda é localizada no mesmo bairro em que os pais da menina, Erlania Pontes e Marcos Barroso, cresceram. Os dois começaram a namorar há 22 anos, ainda na adolescência. Antes de começar a postar vídeos, Erlania trabalhava como balconista em uma padaria e Marcos fazia restauração de fotos antigas. Percebendo o interesse da filha em conteúdos infantis da plataforma, o casal resolveu iniciar um canal de novelas encenadas por bonecos.

 No início, em 2014, apenas os adultos participavam. Tendo gasto os últimos R$ 500 do limite do cartão de crédito daquele mês para comprar os brinquedos, os vídeos eram gravados no celular. "Mesmo quando a gente não tinha nada, a gente sempre foi feliz e levava a vida brincando. Tivemos fé que um dia ia dar certo. E, se não desse, se tinha saúde, estava tudo bem", conta Erlania.

Com as novelinhas, logo os dois conseguiram 200 mil inscritos no canal. Nessa época, eles não sabiam como de fato o Youtube funcionava e como a renda da família poderia vir daquela ferramenta. "Nem todo mundo que faz canal tem sucesso. A gente cresceu sem ninguém divulgar a gente, só com a ajuda de Deus", diz Erlania. O costume de gravar vídeos se estendeu para capturar as brincadeiras que os filhos faziam pela casa, sempre envolvendo também os pais. Foi quando perceberam que Valentina ficava menos tímida na frente da câmera e gostava de aparecer. A partir do momento em que o primeiro vídeo com a menina foi ao ar, a aceitação do público, como diz Marcos, foi gratuita.

"Em menos de 2 meses, batemos 1 milhão de inscritos. Criança é muito sabida. Se eles (Valentina e Victor Gabriel, seu irmão) conseguem se divertir na expressão deles, a gente vai ganhar as outras crianças", afirma Marcos. O canal só cresce desde então. A família inteira participa fazendo brincadeiras, esquetes e desafios famosos no Youtube. O vídeo mais visto, que bateu a marca de 400 milhões de visualizações neste mês, mostra Valentina e a mãe fingindo que o chão está coberto de lava vulcânica. De acordo com Marcos, o canal agora recebe de 5 a 7 milhões de views por dia, sendo um dos três que mais cresce no Brasil.

Aos poucos, os sonhos que a família tinha foram se realizando. Erlania lembra que o primeiro dinheiro advindo do canal foi todo gasto na cirurgia de reparação de um problema no olho de Valentina, que nasceu com uma ptose palpebral. Ter um carro e uma casa própria, como para a maioria dos brasileiros, também foi um desejo antigo que pôde ser alcançado. A família que antes dividia um único cômodo passou a ter uma casa completa, com direito a piscina e um quarto digno de princesa da Disney para a filha. O cenário dos vídeos é a residência, o que, para eles, deixa tudo mais natural. Mesmo com a fama, os vídeos continuam sendo gravados por Marcos e as ideias de roteiro também partem do casal. Eles não possuem assessores e esta é a primeira entrevista da família dada à imprensa.

Canais

As irmãs Larissa e Nicole protagonizam vídeos do canal Planeta das Gêmeas e contam com mais de 10,9 milhões de inscritos. Outro canal de vídeos estrelados por crianças que faz sucesso no Brasil é o Bela Bangunça, de Isabela Castro, que soma 9,8 milhões de inscritos.

Alexia Vieira

TAGS