PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Por que celebrar os 50 anos da Batalha de Stonewall?

28/06/2019 00:06:40
(Foto: )

"Em tempos obscuros e ameaçadores dos direitos humanos, em tempos de retrocesso às liberdades individuais, celebrar Stonewall é reafirmar democracia e a cidadania como valores planetários".

Cláudia Leitão, diretora do Observatório de Fortaleza e professora da UECE

"Stonewall foi um marco na luta pelos direitos das pessoas LGBTQI que deve ser celebrado, tanto para lembrarmos que o amor e a liberdade vencem a ignorância, quanto para lembrarmos todos os dias que a luta por dignidade continua".

Alex Mourão, professor universitário

"Não se constrói um mundo mais justo sem o respeito pela diversidade humana, por isso é tão necessário e importante que celebremos cada conquista. Viva a diversidade! Viva as lutas LGBTs!".

Herê Aquino, diretora e pesquisadora teatral

"A comemoração a Stonewall tem um papel muito importante nessa libertação interna. É fazer chegar àqueles que ainda estão reprimidos e dizer: 'Ei, cara, olha pra mim! Eu sou Delegado de Polícia e sou gay; eu sou juiz e sou gay; eu sou sapatão e sou babá. Vem com a gente!"

Marco Mayer, delegado da Polícia Civil

"A exemplo daqueles homens e mulheres nova-iorquinos, que com vozes altas, cara limpa e grito alto foram capazes de reverberar o óbvio: existimos, estamos aqui e seremos resistência. Somos pedra. Somos parede. Somos muralha. Somos resistência. Somos luta. Somos todos Stonewall".

Murilo Gonçalves, homem trans, professor universitário, mestre em Direito, advogado. Sócio fundador BSG Advogados - Coordenador da Área de Defesa de Direitos LGBT e Pro Bono

"Stonewall foi um marco histórico.Talvez se não tivéssemos nos 'rebelado' naquele momento histórico, ainda estaríamos à mercê das migalhas que nos eram dadas pela sociedade! Que possamos unificar nossa luta e fazer valer todos os nossos direitos!".

Erikah Souza, mulher transexual e professora de Matemática

Clique na imagem para abrir a galeria