PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

A catedral mais famosa do mundo em chamas

| TRAGÉDIA EM NOTRE-DAME | Incêndio destruiu parte de um dos maiores símbolos culturais da França. Ao longo de mais de 800 anos, templo foi palco de importantes eventos da história ocidental

16/04/2019 02:15:19
People react as they watch flames engulf the roof of the Notre-Dame de Paris Cathedral in the French capital Paris on April 15, 2019. - A colossal fire swept through the famed Notre-Dame Cathedral in central Paris on April 15, 2019, causing a spire to collapse and threatening to destroy the entire masterpiece and its precious artworks. The fire, which began in the early evening, sent flames and huge clouds of grey smoke billowing into the Paris sky as stunned Parisians and tourists watched on in sheer horror. (Photo by GEOFFROY VAN DER HASSELT / AFP)
People react as they watch flames engulf the roof of the Notre-Dame de Paris Cathedral in the French capital Paris on April 15, 2019. - A colossal fire swept through the famed Notre-Dame Cathedral in central Paris on April 15, 2019, causing a spire to collapse and threatening to destroy the entire masterpiece and its precious artworks. The fire, which began in the early evening, sent flames and huge clouds of grey smoke billowing into the Paris sky as stunned Parisians and tourists watched on in sheer horror. (Photo by GEOFFROY VAN DER HASSELT / AFP) (Foto: GEOFFROY VAN DER HASSELT / AFP)

O mundo assistiu perplexo a um incêndio que consumiu a Catedral de Notre-Dame, um dos símbolos mais importantes da história francesa, com quase um milênio de existência. Na tarde de ontem, 15, a fumaça originada pelas labaredas tingiram o céu de Paris. Rapidamente, o assunto tomou conta das redes sociais e do noticiário internacional. Em poucos minutos, as chamas consumiram todo o telhado e a torre do monumento, levando-os abaixo.

De acordo com o porta-voz de Notre-Dame, o incêndio foi declarado às 18h50min do horário local (13h50min de Brasília), praticamente na mesma hora em que acaba o horário de visitação (18h45min). "Está tudo queimando, não restará nada da estrutura (interior), que data do século XIX de um lado e do XIII do outro", lamentou André Finot, um porta-voz da igreja .

Segundo Emmanuel Grégoire, vice-prefeito de Paris, uma missão especial foi iniciada para tentar salvar as obras de arte no local. Dentro da igreja, há um acervo de importância artística inestimável, incluindo um órgão do século XVII ainda em funcionamento. Há também pinturas e gravuras que relatam a história da catedral e da cidade de Paris.

A catedral passava por um processo de restauração em sua torre estimado em US$ 6,8 milhões (R$ 26,8 milhões). Seria feita uma renovação na "agulha" de 250 toneladas de chumbo que ficava no topo da principal torre. Por conta das reformas que estavam em curso, 16 estátuas de bronze haviam sido removidas do local na semana passada. Segundo o corpo de bombeiros, o incêndio provavelmente está ligado às obras. A procuradoria francesa já abriu uma investigação.

Especialistas ouvidos por O POVO afirmam que há elementos em uma reforma que precisam estar no radar de atenção daqueles que executam o serviço. De acordo com o arquiteto Rafael Magalhães, a equipe precisa estar atenta aos materiais inflamáveis e às atividades que podem gerar fagulhas.

"A gente tem, em Notre-Dame, elementos de ferro fundido. Um possível processo de solda, que gera fagulha, pode sim causar um acidente desse porte, ainda mais quando se tem uma edificação com boa parte do material inflamável. Lá também tinha madeira, que tem alto poder de combustão", analisa.

Opinião semelhante tem Ezequiel Mesquita, professor curso de Engenharia Civil da Universidade Federal do Ceará, campus Russas. "A equipe técnica tem sempre que estar em alerta para riscos de centelhamento elétrico, faíscas provocadas por cigarro, qualquer situação que possa provocar início de fogo".

No ano passado, a Igreja Católica na França chegou a lançar um apelo urgente pela mobilização de fundos para salvar a igreja, que estava começando a desmoronar. A catedral gótica, rodeada pelas águas do Rio Sena, recebe em média 12 milhões de visitantes ao ano, mais até do que a Torre Eiffel.

Professora do curso de Arquitetura da Universidade Federal do Ceará (UFC), Beatriz Diógenes afirma que a construção de Notre-Dame é um marco importante para a história europeia. De acordo com ela, o templo possui relevância religiosa e arquitetônica. "É um dos monumentos mais importantes de Paris, os franceses têm (a catedral) como algo que pertence a eles", explica.

A professora de História da Arte lembra que a catedral passou por uma reestruturação após a Segunda Guerra Mundial, época em que sofreu grandes perdas.

O edifício da Catedral de Notre-Dame foi construído ao longo de 200 anos entre 1163, durante o reinado de Luis VII, e 1345, tendo completado 850 anos em 2013. (com agências).

Clique na imagem para abrir a galeria

Nut Pereira

TAGS