PUBLICIDADE
Jornal

Flávio: Movimentação era de "negócio imobiliário"

Em entrevista. RecordTV

01/02/2019 08:19:14

O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) disse que as movimentações suspeitas em sua conta corrente se referem à compra e venda de um apartamento. O filho do presidente Jair Bolsonaro deu entrevista à RecordTV, que foi ao ar na noite deste domingo, 20. O portal R7, no entanto, já havia antecipado trechos da defesa de Flávio.

O pagamento de um título bancário emitido pela Caixa Econômica Federal no valor de R$ 1 milhão, revelado no fim de semana pelo Jornal Nacional, representou a quitação da compra do imóvel, disse Flávio à reportagem da RecordTV.

O mesmo apartamento, ainda de acordo com o senador eleito, foi vendido posteriormente, e parte do valor foi pago em dinheiro. Por causa disso, Flávio diz ter feito 48 depósitos no valor de R$ 2 mil em sua conta - o limite máximo imposto pelo banco para transações em caixa eletrônico. Os depósitos, realizados entre junho e julho de 2017 em uma agência bancária na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, foram considerados suspeitos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Na entrevista concedida à RecordTV, Flávio Bolsonaro ainda negou qualquer envolvimento em irregularidades e "jogou a bola" para Fabrício Queiroz, cobrando que o ex-assessor dê explicações sobre as movimentações atípicas em sua conta corrente, que somam R$ 7 milhões em três anos. (Agência Estado)

TAGS