PUBLICIDADE
Jornal

Servidores de postos de saúde que faltarem terão ponto cortado

| Fortaleza | SMS emitiu nota em resposta ao comunicado do Sindicato dos Médicos

Após comunicado do Sindicato dos Médicos do Ceará recomendando aos profissionais de saúde cearenses a não comparecerem aos seus locais de trabalho, a Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza (SMS) informou que servidores de postos de saúde terão ponto cortado com desconto salarial se não forem trabalhar. A Capital viveu ontem o 7º dia consecutivo de ataques.

A SMS ainda lamentou a orientação do Sindicato dos Médicos e afirmou que a Prefeitura de Fortaleza está mobilizada "para garantir a manutenção dos serviços públicos prioritários como saúde, transporte coletivo, coleta de lixo e iluminação pública".

A entidade que representa os médicos divulgou nota na manhã de ontem, justificando que o motivo é a insegurança em meio à onda de ataques. "Com o objetivo de resguardar a vida dos médicos e da população, o Sindicato orienta que os profissionais preservem a sua integridade física", diz o texto.

"Todos os órgãos municipais têm funcionado, recebendo apoio dos órgãos de Segurança do Estado, da União e Guarda Municipal", pontua nota enviada pela SMS.

Já a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa) informou que atua para garantir a continuidade dos serviços de saúde, com apoio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A pasta informou que o trabalho é para que os serviços da rede estadual de saúde não sofram qualquer paralisação e ocorram de fora segura.

A Sesa se colocou ainda à disposição para dialogar com entidades que representam os profissionais da área. (Matheus Facundo/Especial para O POVO)

TAGS