Warning: include_once(includes/paginas/opovo/online/geral/header.php): failed to open stream: No such file or directory in D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src\scripts\Includes.inc.php on line 305

Warning: include_once(): Failed opening 'includes/paginas/opovo/online/geral/header.php' for inclusion (include_path='.;C:\php\pear;D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src/libs/google-api-php-client/src/') in D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src\scripts\Includes.inc.php on line 305

VERSÃO IMPRESSA

Para pular as sete ondas com segurança

| CUIDADOS | O mar é imprevisível mesmo para quem sabe nadar. Para evitar acidentes, é importante tomar precauções como preferir pontos com guarda-vidas

01:30 | 29/12/2018
[FOTO1]

No fim do ano, as praias ficam lotadas e muita gente quer entrar no mar, seja para pular as sete ondas ou dar um mergulho para renovar as energias. É necessário, porém, que sejam tomados certos cuidados para que não ocorram acidentes. O mar em Fortaleza, sobretudo na Praia do Futuro, é imprevisível, mesmo para aqueles que sabem nadar. É recomendado, entre outras precauções, procurar locais da praia com guarda-vidas, não ingerir bebidas alcoólicas antes do mergulho e não avançar na água além da linha do umbigo, principalmente em pontos com corrente mais forte.

 

Foram 301 resgates com vida e 3 óbitos registrados de janeiro a outubro deste ano na orla de Fortaleza. Durante todo o ano passado, foram 347 resgates. 

 

Para evitar acidentes, principalmente nesta época do ano, o Corpo de Bombeiros e a Inspetoria de Salvamento Aquático (ISA) da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) reforçam as equipes.

 

Ao todo, são 16 postos fixos no litoral fortalezense, além de carros que circulam na faixa de areia para aumentar a cobertura. Os postos são localizados em locais que costumam ter maior fluxo de pessoas. Os postos monitorados pela ISA, localizados na área da Beira-Mar e da Praia de Iracema, tem funcionamento diário das 8 às 17 horas. Os do Corpo de Bombeiro, na região da Praia do Futuro, Caça e Pesca e Barra do Ceará, funcionam das 9 às 17 horas, também diariamente.

 

Conforme o subcomandante da primeira seção de salvamento marítimo do Corpo de Bombeiros, capitão Chailton Fonteles, a Praia do Futuro é naturalmente mais perigosa devido aos fortes ventos que causam ondas maiores e uma arrebentação mais violenta. Essa característica também forma canais que podem fazer com que os banhistas percam o controle. "São esses canais que fazem o afogamento", resume.

 

Ele aponta que um dos pontos mais críticos da orla é nas proximidades do Caça e Pesca, onde há o encontro do mar com o rio Cocó e, portanto, uma corrente que puxa os banhistas. Segundo ele, o salvamento na Praia do Futuro ficou mais difícil devido ao crescimento das barracas e coqueiros, que tiram a visibilidade dos guarda-vidas de cima das torres. Para solucionar o problema, os profissionais estão precisando percorrer a pé a faixa de areia a fim de conseguir uma percepção mais ampla da praia. "Ideal seria que tivesse uma dupla de bombeiros em cada barraca, mas infelizmente não temos o efetivo", lamenta.

 

A analista de Recursos Humanos Sarah Guimarães, 34, e sua cunhada, a servidora pública Kátia Guimarães, 38, levaram na última quinta-feira, 26, o pequeno Enzo, 6 à Praia do Futuro. O mar estava forte, então a família decidiu molhar apenas os pés. "Esse mar aqui da Praia do Futuro é bem perigoso, a gente prefere entrar quando tem a formação das piscininhas", afirma Kátia. "Quando eu to com ele, prefiro onde tem guarda-vida perto, mesmo tomando os cuidados que a gente toma. Prevenir nunca é demais", diz.

 

A estudante Bárbara Eufrásio, 20, conta que não costuma entrar no mar além da cintura por medo. "Eu sou muito medrosa então eu fico mais no rasinho", ri. Sua amiga, a também estudante Daniela Cavalcante, 21, gosta de ir mais fundo. Toma, porém, seus cuidados. "Eu ainda gosto de mergulhar, mas quando o mar tá muito forte não dá", confessa. "É ver até onde a onda quebra pra você não ir muito fundo, mesmo sabendo nadar", pondera. 

 

Cuidados com o mar

 

Entrar no mar em locais onde existam profissionais guarda-vidas;

Solicitar aos profissionais orientações sobre a condição do mar antes de entrar;

 

Respeitar as bandeiras em locais sinalizados como críticos;

 

Não ingerir bebidas alcoólicas antes de entrar no mar;

 

Não exagerar na comida e nadar em seguida;

 

Redobrar atenção com crianças; utilizar pulseiras de identificação para evitar que se percam;

 

Manter água na altura do umbigo ao entrar no mar.

TAGS


Warning: include_once(includes/paginas/opovo/col.dir.php): failed to open stream: No such file or directory in D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src\scripts\Includes.inc.php on line 305

Warning: include_once(): Failed opening 'includes/paginas/opovo/col.dir.php' for inclusion (include_path='.;C:\php\pear;D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src/libs/google-api-php-client/src/') in D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src\scripts\Includes.inc.php on line 305

Warning: include_once(includes/paginas/opovo/online/geral/footer.php): failed to open stream: No such file or directory in D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src\scripts\Includes.inc.php on line 305

Warning: include_once(): Failed opening 'includes/paginas/opovo/online/geral/footer.php' for inclusion (include_path='.;C:\php\pear;D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src/libs/google-api-php-client/src/') in D:\msx\wwwroot\portal\opovo\src\scripts\Includes.inc.php on line 305