VERSÃO IMPRESSA

Biblioteca interage com a cultura pop

01:30 | 31/07/2018

A Biblioteca Municipal Dolor Barreira, criada em 1971, busca ampliar seu público. "Nós hoje oferecemos atividades e espaços mais conectados com a cultura pop", afirma Eduardo Pereira, diretor da biblioteca. O espaço promove mensalmente o evento "Mercado Geek", dedicado a livros, jogos eletrônicos, quadrinhos e música. Eduardo calcula que o acervo geral já tenha ultrapassado de 35 mil títulos.

 

No interior da biblioteca ainda é possível conhecer um outro valioso acervo: a Gibiteca Municipal de Fortaleza. Com mais de cinco mil quadrinhos das mais diferentes épocas, o espaço também tem uma programação voltada para eventos sobre o universo dos HQs. O espaço foi lançado em 2009 atendendo a uma demanda do então Orçamento Participativo, da Prefeitura de Fortaleza. "Mais que grandes investimentos, uma biblioteca precisa de criatividade para se manter.

Sem esquecer o antigo, é preciso sempre se voltar para o novo", pondera Eduardo.

 

Gheysa Paiva, 35, se prepara para concurso público e diz que gosta de frequentar a Dolor Barreira para estudar. "Além de ser gratuito, é silencioso e posso pesquisar os livros." Ela voltou aos estudos este ano e diz que frequenta a biblioteca não só porque ela fica mais próxima de sua residência, mas porque se sente bem acolhida no espaço. Valdo Barros, professor do curso de Filosofia da Uece, também é um usuário frequente do lugar de estudos. "É um espaço fundamental. É necessário criar essa cultura da leitura e do uso do lugar público. É claro que o acervo tem suas deficiências, mas aqui a gente tem wi-fi livre e consulta local, que facilitam bastante o estudo", analisa. (Ivig Freitas)

TAGS