VERSÃO IMPRESSA

Voos da Air France-KLM tem 50% das reservas feitas por brasileiros

| TENDÊNCIA | Grupo franco-holandês prevê compra equilibrada de bilhetes entre passageiros brasileiros e europeus nas reservas de voos iniciadas daqui para até 20 dias

01:30 | 04/05/2018
[FOTO1]

A tendência é que 50% das reservas dos voos que operam daqui a até 20 dias para os centros de conexão internacional de voos (hub) do Grupo Air France-KLM, em Paris (França) e Amsterdã (Holanda) sejam feitas por brasileiros e a outra metade por passageiros europeus.

[SAIBAMAIS]

“As reservas apresentam um equilíbrio de 50/50 entre brasileiros e europeus, que desfrutam do potencial do hub, de conectar com diversas cidades do Norte e Nordeste, além de também aproveitarem os benefícios de combinabilidade entre voos Air France e KLM, nos hubs das companhias em Paris e Amsterdã”, avalia o Grupo.

[FOTO2]

Com destino a Fortaleza, os voos da Air France partem às sextas e aos domingos, na aeronave da Joon (Airbus A340), braço da companhia francesa, com 278 assentos disponíveis. Já a aérea holandesa possui frequências às segundas, quintas e sábados, no Airbus A330, com capacidade para 268 passageiros.

 

No caso da Joon, nos trajetos a Paris e conexões, é oferecida bebida gratuita em todas as classes de reserva Business. A KLM também possui opções gratuitas da classe World Business Class, com entrada, escolha entre três pratos principais, e sobremesa, elaborada por chef estrelado. Há também carta de vinhos escolhida por especialistas de reconhecimento mundial. Na classe Economy, há entrada, disponibilidade de dois pratos quentes e sobremesa, além de bebidas.

 

Para quem for brasileiro e não falar outras línguas, há avisos em holandês, inglês e português nas aeronaves da KLM, e francês, inglês e português nos aviões da Joon. As telas de entretenimento de bordo são de 15,6” polegadas na Business Class, de 13,3” polegadas na Premium Economy e 10,1” polegadas na Economy.

[FOTO3]

Na Joon, que oferta mais de 1.200 horas de filmes, seriados, música, jogos, entre outros itens a bordo, o passageiro pode aproveitar o #YouJoon, canal gratuito de streaming disponível durante o voo para smartphones, tablets e laptops, com acesso ao mapa aéreo, séries, canais do YouTube etc.


Há também o aplicativo Air France Play, em que o passageiro pode ter acesso a jornais e revistas que circulam pelo mundo.


A Joon ainda lançou a Allosky, oferecendo aos clientes a possibilidade de cinema privado, prometendo tela de alta definição.


A bordo dos voos de longa distância, pagando 15 euros, o cliente pode alugar ainda óculos de realidade virtual e fones de ouvido com redução de ruído. O headset Allosky permite que o passageiro aproveite uma seleção dos últimos filmes e documentários em 3D, 2D e VR 180°.

 

VISITA AO PAPA

[FOTO4]

Grupo de 64 pessoas da Paróquia Nossa Senhora dos Prazeres, em Caucaia, utilizou o hub para visitar o papa Francisco no Vaticano, em Roma. A ida se dá em razão do 50º aniversário do Caminho Neocatecumenal, uma vertente da fé católica.


O sacerdote Washington Vieira de Oliveira, de 29 anos, diz que o grupo terá audiência privada com Francisco “com todos os membros do Caminho, padres que acompanham e fundadores do movimento. “Vai ser uma manhã toda de convivência, partilha e escuta”, explica.

 

CADEIA ECONÔMICA E DIÁLOGO COM PAÍSES EUROPEUS

 

Os novos voos abrem espaço para o fortalecimento das parcerias internacionais. César Ribeiro, titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), diz que o objetivo é ampliar o diálogo com os países. “Criou-se essa abertura, um canal de prospecção que facilita os negócios. “Só com os voos para Paris e Amsterdã, temos a oportunidade para exportar 120 toneladas de produtos cearenses por semana”, afirma o secretário.



PREFEITURA ESTUDA STOPOVER


A Prefeitura de Fortaleza continua na fase de planejamento para que a Capital cearense seja transformada em ponto de stopover — quando o passageiro faz de maneira voluntária escala ou conexão com duração maior que 24 horas. O prefeito Roberto Cláudio frisou a importância de reuniões com os segmentos envolvidos. “Estamos debatendo as condições tributárias. Mas isso envolve Prefeitura, Governo do Estado, trade turístico e companhias aéreas”, disse o prefeito.



CORTE DE FAIXAS E BOLO COMEMORATIVO


À medida que cada aeronave chegava e desembarcava com executivos das companhias e parlamentares do Ceará, havia um corte de uma faixa que simbolizava o início de cada voo. Por fim, um “corte oficial” reuniu todos os executivos, além do prefeito Roberto Cláudio, do governador Camilo Santana e da vice-governadora Izolda Cela. No fim do evento, a inauguração foi celebrada com bolo que possuía as logomarcas das companhias Gol, Air France e KLM.

 

TRÊS VOOS “ABRIRAM” O EVENTO

Três voos “abriram” o evento. O primeiro da companhia brasileira Gol, vindo de Guarulhos (São Paulo), chegou ao Pinto Martins às 15h30min. Às 16h58min, foi a vez do voo oriundo de Amsterdã, da KLM.


Por fim, às 17h15min, a aeronave da Joon tocou o solo cearense. As aeronaves dos três voos, ao passo que chegavam ao Aeroporto Internacional de Fortaleza, eram “batizadas” com jatos de água liberados por caminhões do Corpo de Bombeiros.



IMPACTOS PARA O SETOR PRODUTIVO DO TURISMO


ELISEU BARROS
Presidente da ABIH-CE


“O que a gente está acreditando é que esses novos voos possam trazer turistas estrangeiros para que Fortaleza, para que a Cidade se torne um destino internacional. O dinheiro do turista movimenta mais de 50 setores da economia. Em todo canto que ele passa, com certeza, vai consumir. Só a partir do segundo semestre é que os impactos vão começar a aparecer mais concretamente. Estamos otimistas com esse novo momento”.

 

RODOLPHE TRINDADE
Presidente da Abrasel


“O impacto será muito positivo, principalmente para nosso setor e o de taxistas, que serão os primeiros envolvidos. O turista talvez fique apenas meio dia na Cidade, mas terá que se alimentar e se deslocar. Quando tem gente circulando na Cidade e com poder aquisitivo melhor, é bom para todos nós. E quando há stopover (parada gratuita), por exemplo, o turista acaba comprando alguma coisa, conhecendo o lugar, visitando algum conhecido”.

 

FREITAS CORDEIRO

Presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL)

 

“É uma solução de transporte, mas também um dinamizador de negócios. Um hub proporciona desenvolvimento e ativa a economia. Precisamos pensar também numa estrutura para o turista que vem para o Ceará. O comércio está eufórico. Um visitante internacional, apenas em um dia, deixa US$ 350 dólares. Vai ser muito importante para nós o hub da Air France-KLM/Gol”. 

BEATRIZ CAVALCANTE

TAGS